ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  20    CAMPO GRANDE 19º

Meio Ambiente

MS recebe R$ 120 mil dos EUA em aparelhos de comunicação para combater incêndios

Rádios e antenas vão ampliar em até 500 km alcance de comunicação no Pantanal e em locais remotos

Por Adriel Mattos | 23/09/2021 17:45
Equipamentos serão usados pela Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e outras instituições. (Foto: Adriel Mattos)
Equipamentos serão usados pela Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e outras instituições. (Foto: Adriel Mattos)

O governo de Mato Grosso do Sul recebeu nesta quinta-feira (23) equipamentos de comunicação doados pela USAID (Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional). Todo o material será empregado no combate a incêndios, principalmente no Pantanal, e a outros tipos de desastres naturais.

São dez rádios de comunicação, dez repetidoras de sinais, dez antenas verticais e dez direcionais, que custaram R$ 120 mil. As repetidoras de sinal vão facilitar a comunicação emergencial via rádio.

Quando estiverem todas instaladas, elas poderão garantir o sinal em um raio de até 500 km, o que facilitará a comunicação entre os diferentes órgãos e brigadistas em campo. A primeira será instalada no Parque Estadual das Nascentes do Taquari, uma área de transição entre o Cerrado e o Pantanal que faz parte de um complexo de 15 áreas de conservação, e que teve mais de 30% dos 30,6 mil hectares do Parque queimados por incêndios em 2020.

“Essa parceria é muito bem-vinda no momento em que vivenciamos a maior seca dos últimos 100 anos. O Pantanal é uma região remota e aprimorar a radiocomunicação é fundamental”, disse o governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Participaram da solenidade a adida de imprensa do Consulado Geral dos EUA em São Paulo, Natalia Molano; o secretário de estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck; o coordenador estadual da Defesa Civil, tenente-coronel bombeiro Fábio Catarinelli; e o presidente da OnG (organização não-governamental) Força Tarefa Brasileira, Galeno Rocha.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário