A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Abril de 2018

28/08/2013 19:10

Bernal não cede espaços políticos e perde ainda mais apoio na Câmara

Zemil Rocha
Alceu diz que não tem mais conversado com o prefeito Bernal (Foto: Arquivo)Alceu diz que não tem mais conversado com o prefeito Bernal (Foto: Arquivo)

O prefeito Alcides Bernal (PP) continua, infrutiferamente, buscando apoio de vereadores na Câmara de Campo Grande. Embora tenha conquistado adesões momentâneas, sua postura de centralização e aversão à concessão de espaços administrativos acaba afastando vereadores que estavam dispostos a integrar a base governista.

Esses são os casos, por exemplo, dos vereadores Alceu Bueno (PSL) e Paulo Pedra (PDT). Este último chegou a manifestar-se várias vezes na Câmara em defesa de Bernal, mas não conseguiu os espaços políticos que pretendia ter na administração municipal.

Alceu Bueno já conversou algumas vezes com Bernal e demonstrou boa vontade com o prefeito, mas não tem mais falado com o prefeito e garante que não faz parte da base. “Para fazer parte da base do prefeito a tente tem de governar junto, mas o PSL não tem nenhum secretário”, afirmou o vereador.

Indagado sobre os demais colegas, que estiveram na alça de mira do prefeito para integrar sua base de apoio, Alceu Bueno disse que também não houveram progressos. Questionado especificamente sobre o vereador Paulo Pedra, Bueno respondeu: “Pedra também não integrar a base do prefeito. Não aderiu não. Conversei com ele”.

Segundo Alceu Bueno, há um sentimento generalizado entre os vereadores de que o prefeito não tem habilidade política para conquistar mais apoio político. Ninguém estaria mais disposto a ouvir intenções esvaziadas de reais interesses em fazer composição de olho na estabilidade do governo municipal. “Não tem mais conversa com ele”, garantiu ele.

Até mesmo vereadores que integravam a base de nove vereadores no começo da administração do prefeito Alcides Bernal deixam evidenciado seu descontentamento, sequer comparecendo às reuniões da base de apoio, como Valdecy Chocolate (PP) e Zeca do PT. O distanciamento entre Chocolate e Bernal se ampliou ainda mais depois da homenagem deste ao vice-prefeito Gilmar Olarte, na distribuições de honrarias pelo aniversário de Campo Grande.

Recentemente, Bernal chegou a dizer que sua meta seria contar com apoio de 15 vereadores, o que lhe daria maioria na Câmara constituída de 29 membros. Hoje, porém, segundo os cálculos de Alceu Bueno, não tem apoio fiel de mais do que sete vereadores.

 



O PREFEITO NÃO FALA COM VEREADOR CASSADO! QUER DIZER QUE SE NÃO TIVER SECRETARIO NÃO TEM APOIO PARA CAMPO GRANDE?
 
clodoaldo lemes de souza em 28/08/2013 20:18:56
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions