A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 27 de Abril de 2018

06/07/2017 10:34

Câmara vai se debruçar sobre reajuste "assim que chegar", diz presidente

Recesso parlamentar começará 17 de julho e trabalho volta em 2 de agosto

Mayara Bueno e Yarima Mecchi
Presidente da Câmara, João Rocha, PSDB. (Foto: Yarima Mecchi).Presidente da Câmara, João Rocha, PSDB. (Foto: Yarima Mecchi).

Assim que a Prefeitura de Campo Grande enviar os projetos de lei com o reajuste de servidores, a Câmara Municipal vai “se debruçar” para votar o “mais rápido possível”, disse o presidente da casa de leis, vereador João Rocha (PSDB), nesta quinta-feira (6).

A agilidade na análise das propostas é em virtude da proximidade do recesso parlamentar, que começará em 17 de julho. A Câmara para por pouco mais de duas semanas, retornando só em 2 de agosto.

“Não queremos pautar o Executivo, mas assim que ele encaminhar vamos nos debruçar para ser aprovado o mais rápido possível”, disse Rocha, que nesta manhã foi à governadoria com alguns vereadores pedir dinheiro para aplicar em obras da Capital.

O município precisa mandar os projetos de aumento salarial dos servidores da saúde, como médicos e enfermeiros, além de outras categorias. Até então, a prefeitura alegava dificuldades em conceder reajuste. 

Além do acréscimo deste ano, os servidores municipais aguardam o destravamento do reajuste referente a 2016, que está na Justiça. Na ocasião, a Câmara aprovou de 9,57%, mas a prefeitura entrou com ação tentando anular o aumento. Por enquanto, a primeira decisão foi a favor do município, faltando agora a análise de mérito. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions