ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEXTA  27    CAMPO GRANDE 29º

Política

Contra covid, Câmara retira ponto e metade dos servidores vai trabalhar em casa

Funcionários ficarão em casa por uma semana, enquanto outros terão expediente das 7h às 13h

Por Caroline Maldonado | 27/01/2022 08:36
Fachada da Câmara Municipal de Campo Grande. (Foto: Divulgação/Câmara Municipal)
Fachada da Câmara Municipal de Campo Grande. (Foto: Divulgação/Câmara Municipal)

A partir de hoje (27), servidores e estagiários da parte administrativa da Câmara Municipal de Campo Grande passam a trabalhar com frequência de 50% do quantitativo, em revezamento com alternância semanal. Além disso, o expediente será das 7h às 13h.

Enquanto estiverem em casa, os funcionários terão que trabalhar à distância. As medidas são de prevenção ao contágio da covid e valem até o dia 1º de março. Vários servidores contraíram a doença nas últimas semanas.

O ponto biométrico fica suspenso porque "pode ser potencial transmissor do vírus", conforme ato do presidente da câmara, vereador Carlos Augusto Borges, o “Carlão”, publicado hoje no diário oficial do Poder Legislativo da Capital.

Os escalonamento de servidores será definido pelo diretor de departamento, sendo que o servidor que não estiver na escala de trabalho presencial deverá trabalhar sob regime de atendimento remoto e teletrabalho, permanecendo em suas residência, sob pena de sanção disciplinar prevista no Estatuto do Servidor Público Municipal.

Sessões e eventos - Apenas metade das cadeiras do plenário poderão ser ocupadas pelo público em geral durante as sessões parlamentares e eventos diversos, que voltam do recesso a partir do dia 3 deste mês.

Haverá marcação de uma poltrona inutilizada entre poltronas liberadas, de forma que seja mantido o distanciamento entre pessoas sentadas em todas as direções.

Nos siga no Google Notícias