A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

24/06/2016 14:18

Delcídio depõe como testemunha de acusação em processo contra ex-senador

Michel Faustino
Delcídio do Amaral (sem partido) teve o seu mandato de senador cassado em maio deste ano. (Foto: Agência Brasil)Delcídio do Amaral (sem partido) teve o seu mandato de senador cassado em maio deste ano. (Foto: Agência Brasil)

O senador cassado Delcídio do Amaral (sem partido-MS) depõe na tarde desta sexta-feira (24), em Curitiba (PR), como testemunha de acusação no processo envolvendo o ex-senador Gim Argello (PTB-DF). A partir da colaboração premiada dele que a Operação Lava Jato chegou a Argello.

Segundo o portal G1 do Paraná, Delcídio revelou que havia um esquema de cobrança de propina para que empreiteiros não fossem convocados para CPI (Comissões Parlamentares de Inquérito) na Câmara dos Deputados e no Senado Federal.

A oitiva ocorre na Justiça Federal e será comandada pelo juiz Sérgio Moro, responsável pelas ações penais da operação na primeira instância.

A denúncia - Argello virou réu porque, segundo o Ministério Público Federal (MPF), há evidências de que o ex-senador pediu R$ 5 milhões em propina para a empreiteira UTC Engenharia e R$ 350 mil para a OAS. Em troca, ele barraria a convocação de executivos das empreiteiras.

Segundo o MPF, o ex-senador solicitou propina para as empresas Andrade Gutierrez, Engevix e Camargo Corrêa. Essas, afirmam os procuradores, não aceitaram.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions