A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

14/02/2017 12:10

Em ano de reformas, dois deputados querem presidir principal comissão

Membros da CCJ foram anunciados nesta terça-feira

Mayara Bueno e Leonardo Rocha
À esquerda, deputado Pedro Kemp (PT) e Rinaldo Modesto (PSDB), ambos indicados para CCJ, (Foto: Roberto Higa e Victor Chileno).À esquerda, deputado Pedro Kemp (PT) e Rinaldo Modesto (PSDB), ambos indicados para CCJ, (Foto: Roberto Higa e Victor Chileno).

Lembrando os projetos de reformas na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, Lídio Lopes (PEN) e Beto Pereira (PSDB) sinalizam o interesse em presidir a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça). Nesta terça-feira (14), foram definidos os cinco membros do colegiado, por onde passam todas as proposições antes de serem levadas ao plenário.

Atual presidente, Lídio disse que pleiteará novamente o cargo, afirmando que a comissão será essencial, principalmente nos projetos envolvendo os servidores públicos. Assim que o grupo for oficializado, os parlamentares se reunirão para fazer uma eleição e definir o presidente.

Composta por cinco deputados, a CCJ terá a seguinte formação: Pedro Kemp, pelo PT, Beto Pereira e Rinaldo Modesto, do PSDB, Lídio Lopes e Renato Câmara, do bloco do PMDB.

“Esta comissão será muito importante este ano, porque será lá o início dos debates das reformas. Por esta razão, é importante que os escolhidos tenham uma discussão democrática”, afirma Pedro Kemp.

Para o parlamentar, o melhor seria que o presidente não seja do PSDB, “até para dar mais lisura ao processo”.

Quem também pretende disputar a presidência é Beto Pereira, pois entende que o cargo deve ficar com os tucanos. “A comissão será importante nas discussões sobre a legalidade das propostas”.

O governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), enviará primeiro os projetos das reformas administrativa e a do teto de gastos, deixando as mudanças para previdência social para outro momento. O tucano já adiantou que deve se reduzir de 13 para 10 secretárias, além de promover corte de comissionados e revisão de contratos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions