A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

21/03/2017 14:26

PF deverá prestar esclarecimentos no Senado sobre Operação Carne Fraca

Além da Polícia Federal, a Comissão de Assuntos Econômicos do Senado chamou ministros para audiência

Lucas Junot
Senadora Simone Tebet (PMDB), durante reunião da Comissão de Assuntos Econômicos, nesta terça-feira (21) (Foto:Assessoria)Senadora Simone Tebet (PMDB), durante reunião da Comissão de Assuntos Econômicos, nesta terça-feira (21) (Foto:Assessoria)

A repercussão da Operação Carne Fraca, da PF (Polícia Federal), chegou ao Senado, nesta terça-feira (21). A CAE (Comissão de Assuntos Econômicos), aprovou a realização de audiências com os ministros da Justiça, Osmar Serraglio; da Agricultura, Blairo Maggi; e da Indústria e Comércio Exterior, Marcos Pereira, para discutir as consequências da Operação. O diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello, também será convidado a dar esclarecimentos sobre a operação.

A senadora Simone Tebet (PMDB), que faz parte da comissão, reconheceu a possível existência de fraude e a necessidade de investigação, mas lamentou os efeitos para a economia brasileira. "Ninguém discute o mérito da operação, mas da forma como foi colocada pela Polícia Federal, causou um prejuízo irreparável à economia, com consequências graves para o agronegócio", disse durante a reunião.

Para parlamentar, além dos estados produtores, o tema tornou-se uma questão de Estado porque atinge as exportações brasileiras.

Simone defendeu que, além dos representantes do Governo, a Comissão ouça a classe produtora e os trabalhadores sobre os impactos.

Nesta segunda (20), alguns países anunciaram suspensão temporária da importação da carne brasileira, entre eles a União Europeia, Coreia do Sul e China. Na manhã desta terça, foi a vez de Hong Kong anunciar a suspensão.

Mato Grosso do Sul - A senadora lembrou da luta de Mato Grosso do Sul para recuperar o mercado externo após surto de febre aftosa, em 2005. "Nós amargamos prejuízo por quase 10 anos, tentando reconhecimento do mercado internacional para poder exportar a carne", disse Simone.




Puts! Eu não acredito que votei nessa senadora. Agora, bem que ela poderia convocar, também, a direção do Grupo JBS para esclarecer qual é motivo pelo qual eles devem mais 38 milhões de tributos aos cofres públicos, isto só os que atuam no Mato Grosso do Sul. Só o que devem para a Previdência Social daria para manter a saúde pública do estado.
Os senadores deviriam deixar a Polícia Federal trabalhar, porque somente a PF e o Pessoal da Lava Jato têm coragem de defender o povo brasileiro.
 
Ezequiel em 21/03/2017 15:52:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions