A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

09/10/2015 13:02

Presidente estadual do PT defende candidatura própria na 2ª maior cidade de MS

Na primeira reunião com petistas douradenses após assumir o partido, Biffi disse que PT precisa ter candidato a prefeito em 2016

Helio de Freitas, de Dourados
Na presença de Biffi, Dirceu Longhi fala em reunião do Partido dos Trabalhadores em Dourados (Foto: Divulgação)Na presença de Biffi, Dirceu Longhi fala em reunião do Partido dos Trabalhadores em Dourados (Foto: Divulgação)

Reunido com petistas locais pela primeira vez após assumir a legenda em Mato Grosso do Sul, o presidente estadual do PT, Antonio Carlos Biffi, disse que o partido precisa ter candidato a prefeito de Dourados em 2016. Em duas eleições – a extemporânea de 2011 e a convencional de 2012 – o partido não lançou candidatura e se mantém aliado ao atual prefeito, Murilo Zauith (PSB).

“Precisamos ir para o debate. Time que não joga não ganha torcida. Temos bons nomes em Campo Grande, Dourados e outros municípios e, por isso, precisamos ir para o enfrentamento, mostrar nosso projeto e as grandes transformações que vêm ocorrendo no país nos últimos anos”, afirmou Biffi, na reunião realizada no Sindicato dos Bancários.

Fora há sete anos – O PT governou Dourados de 2001 a 2008, com Laerte Tetila. Em 2008, disputou a eleição tendo o professor universitário Wilson Biasoto como candidato, mas ficou em terceiro lugar. O eleito naquele ano foi Ari Artuzi, preso em 2010 na Operação Uragano. Ele morreu em 2013, vítima de câncer.

A reunião de Biffi com a militância contou com a participação do presidente municipal do PT, vereador Dirceu Longhi, do vereador Elias Ishy e do ex-deputado estadual e ex-prefeito Laerte Tetila.

Debate ideológico – Antonio Carlos Biffi afirmou que apesar do cenário atual de instabilidade política no país, o momento é propício para o debate e para o enfrentamento ideológico sobre os avanços econômicos e sociais obtidos no Brasil nos últimos 12 anos.

Como as principais bandeiras a serem defendidas por dirigentes e filiados, Biffi apontou o resgaste da “essência petista” e da militância, a reorganização interna, fortalecimento das bases e parceria com movimentos sociais.

Dirceu Longhi informou que o PT criou um grupo de trabalho em Dourados, para definir um nome para ser pré-candidato a prefeito. “O PT está unido e se coloca numa posição de protagonismo para o quadro eleitoral do próximo ano. Vamos buscar o diálogo com os movimentos sociais que sempre caminharam ao lado do PT e com os partidos do campo progressista”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions