ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  22    CAMPO GRANDE 25º

Política

Sem aliados, PT confirma Amaducci ao governo de MS e Zeca para Senado

Convenção definiu que o partido terá chapa pura, com 37 candidatos a deputado estadual e 18 na disputa federal

Leonardo Rocha e Bruna Kaspary | 28/07/2018 11:55
Convenção do PT ocorreu nesta manhã, na sede da Fetems (Foto: Saul Schramm)
Convenção do PT ocorreu nesta manhã, na sede da Fetems (Foto: Saul Schramm)

A direção estadual do PT confirmou durante sua convenção, nesta manhã (28), o ex-prefeito de Mundo Novo, Humberto Amaducci para disputa ao governo e o deputado federal Zeca do PT, como único nome ao Senado. O partido vai para eleição sem nenhum aliado, com chapa pura, tendo 37 candidatos a deputado estadual e 18 para (deputado) federal.

“Vamos ter candidato ao governo e Senado porque queremos defender os servidores públicos, a inclusão social, emprego e renda para os trabalhadores, fugindo da dicotomia boi e soja, como já fizemos antes. Temos dificuldades financeiras, mas uma militância motivada”, disse Zeca do PT, presidente regional do partido.

Ele explicou que uma das metas é “recuperar” a vaga de Senado que já foi do PT, na época de Delcídio do Amaral, além de conseguir manter dois deputados federais e ampliar a bancada estadual de quatro para cinco parlamentares. “Estamos confiantes que mesmo com as dificuldades, teremos bons resultados”. O suplente (Senado) será o ex-prefeito de Dourados, Laerte Tetila.

O candidato ao governo, Humberto Amaducci (PT), disse que a campanha será bastante acirrada, mas confia que o partido pode chegar ao segundo turno. “Não temos muitos recursos financeiros, houve uma criminalização do partidos nos últimos dois anos, porém esta convenção mostra que voltamos a ser fortes e iremos nos reerguer”.

Foi confirmado também no evento o nome da advogada e professora de geografia, Luciene Maria da Silva e Silva, de 48 anos, para a vaga de vice de Amaducci. Ela é liderança política de Três Lagoas, com atuação em diversos movimentos sociais. A convenção ocorreu na sede da Fetems (Federação dos Professores de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande.

Nos siga no Google Notícias