A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

28/06/2012 20:04

Plano do governo federal oferece R$ 115 bi para a agropecuária na safra 2012/13

Nyelder Rodrigues

O Plano Agrícola e Pecuário 2012/13 foi anunciado hoje (28) em Brasília, apresentando o valor de R$ 115, bilhões que serão ofertados em duas frentes, sendo R$ 86,9 bilhões destinados para o custeio e comercialização, e R$ 28,2 bilhões para programas de investimento.

O valor total ofertado no plano de 2011/12 foi de R$ 107,2 bilhões, tendo incremento de 7% no volume de recursos disponíveis para custeio e investimento da safra que inicia em 1º de julho. Outro avanço foi a redução na taxa de juros, de 6,75%, no ciclo anterior para 5,5% ao ano.

Além de aumento no montante total e da redução de juros, o plano eleva os limites de financiamento para produtores de R$ 650 mil para R$ 800 mil para custeio e de R$ 1,3 milhão para R$ 1,6 milhão para comercialização.

As cooperativas também tiveram elevado seu limite de financiamento de R$ 25 milhões para 50 milhões pelo Procap-Agro e de R$ 60 milhões para R$ 100 milhões, através do Prodecoop.

Após o anúncio do Plano, o presidente da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), Eduardo Riedel, disse crer que as medidas demonstram o alinhamento do Governo Federal às demandas do setor.

De acordo com Riedel, tanto a participação da CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) e como o posicionamento da presidente Dilma diante da programação feita para o plano vão ao encontro das posturas defendidas pela agropecuária.

O ministro da Agricultura e Pecuária, Mendes Ribeiro Filho, lembrou durante o lançamento que o montante oferecido no ciclo 2006/07 foi de R$ 27 bilhões. O objetivo do governo com os incentivos é manter a agropecuária brasileira no patamar de destaque já alcançado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions