A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

20/09/2019 10:25

Em dez dias, combate ao fogo em MS consome R$ 214 mil só em combustível

Equipes de Brasília seguem nesta manhã para ajudar no combate em Aquidauana

Viviane Oliveira
Bombeiros do DF se apresentaram nesta manhã no CPA (Centro de Proteção Ambiental), no Parque das Nações Indígenas (Foto: Viviane Oliveira)Bombeiros do DF se apresentaram nesta manhã no CPA (Centro de Proteção Ambiental), no Parque das Nações Indígenas (Foto: Viviane Oliveira)

Equipe com 34 homens do Corpo de Bombeiros do DF (Distrito Federal), especialistas em incêndios florestais, que iria para a Amazônia foi direcionada para a região do Pantanal. Os militares chegaram durante a madrugada em Campo Grande e por volta das 8h30 partiram para Aquidauana, onde os trabalhos estão concentrados no posto de comando.

Conforme o tenente-coronel Domingos Márcio Ferreira Silva do DF, a equipe vai ficar na região até quando for necessário, sem data para ir embora. “Viemos preparados com todos os equipamentos de combate a incêndio florestal. Trouxemos abafadores, bombas costais, motosserras e enxadas”, explicou. Um ônibus, um caminhão transporte de carga e 4 caminhonetes também reforçarão os trabalhos de logística na região atingida pelo fogo.

Também é esperada a chegada de uma aeronave Air Tractor, modelo AT-802F, fabricada nos Estados Unidos e que tem autonomia de quatro horas de trabalho, deve chegar ainda nesta sexta-feira no período da tarde. O avião pertence ao 2º Esquadrão de Aviação Operacional do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal.

Coronel Joílson disse que a ajuda chegou em boa hora (Foto: Viviane Oliveira) Coronel Joílson disse que a ajuda chegou em boa hora (Foto: Viviane Oliveira)

Segundo o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Joílson Alves do Amaral, desde 2004 não havia queimadas dessa proporção. "A ajuda veio depois que já estávamos na nossa capacidade máxima. Diariamente, são 250 bombeiros atuando somente em combate a incêndios, tanto na área urbana quanto na florestal. A reserva técnica dos bombeiros do DF já estava de sobreaviso. Eles iriam para a Amazônia, mas foram canalizados para MS”, explicou o coronel.

Conforme o tenente-coronel Fábio Catarinelli, coordenador de Defesa Civil do Estado, para os primeiros dez dias foram disponibilizados para a força-tarefa R$ 214,7 mil que serão usados no custeio de combustível de aeronaves e viaturas empregadas no combate às queimadas. O recurso é do Governo Federal. “Só ontem foram contabilizados 250 focos de incêndio no Estado, principalmente nas regiões de Corumbá e Aquidauana. O período mais critico é na parte da tarde”, disse.

Conforme os meteorologistas, o tempo deve continuar seco. As chuvas de setembro e outubro serão abaixo da média. As regiões mais atingidas são em Corumbá, Aquidauana, Serra da Bodoquena e Porto Murtinho.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions