A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 15 de Novembro de 2018

12/02/2014 17:40

Acusados de homicídio são condenados; um "pega" 15 anos e outro 5 meses

Bruno Chaves

Acusados de assassinar Everton dos Santos, 18 anos, no dia 17 de fevereiro de 2007, no bairro Piratininga em Campo Grande, Flávio Ribas da Costa e Aldair Antônio Garcia foram a júri nesta quarta-feira (12) e condenados à prisão.

O primeiro, julgado à revelia, pegou pena de 15 anos de detenção. O segundo, cinco meses. Na decisão, o juiz Aluízio Pereira dos Santos, da 2ª Vara do Tribunal do Júri, lembrou que Everton morreu por engano, enquanto jogava sinuca, no lugar de uma pessoa conhecida como Baby.

De acordo com a decisão, “constou que a participação do acusado Aldair foi a de prestar auxílio material e moral, levando de moto, o coacusado Flávio, para que este efetuasse os tiros contra a pessoa de "Baby", atingindo a vítima Everton e, após, deu-lhe fuga”.

Por isso, Flávio foi condenado a 15 anos de reclusão e Aldair a cinco meses, ambos no regime fechado. Eles ainda devem pagar multas e prestar serviços à sociedade.



15 anos em regime fechado! Isso nunca irá acontecer porque sempre tem um magistrado(que trabalha para o crime!) que vem e passa por cima do que foi deferido pelo primeiro e o liberta! Fora que a lei do "brasil" diz que ao se completar 1/6 da pena pode-se cumprir o restante e liberdade, mas como se esta livre não esta cumprindo pena nenhuma! Isto é "brasil"!
 
Alexandre de Souza em 12/02/2014 19:52:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions