A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

24/10/2012 08:56

Jovem morta em ciclovia saiu de casa dizendo que voltaria em uma semana

A amiga que morava junto de Jéssica Santos de Almeida, 23 anos, foi quem identificou a jovem depois de ver o crime na imprensa

Paula Maciulevicius
Mulher foi encontrada morta no início da manhã do dia 18, quinta-feira da semana passada. (Foto: Simão Nogueira)Mulher foi encontrada morta no início da manhã do dia 18, quinta-feira da semana passada. (Foto: Simão Nogueira)

A jovem encontrada morta na manhã da última quinta-feira (18), na ciclovia do bairro Coophavila II, em Campo Grande, havia dito a uma amiga ao sair, para não se preocupar que se ela não voltasse para casa logo, voltaria em uma semana. Depois que o caso foi noticiado pela imprensa, essa mesma amiga reconheceu pelas roupas e tatuagens, que a vítima era Jéssica Santos de Almeida, 23 anos.

O crime está sendo investigado pela Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) e segundo a delegada responsável pelo caso, Roseli Molina, já foram ouvidos familiares e vizinhos da jovem, que era usuária de pasta-base de cocaína, segundo a Polícia.

Jéssica morava no bairro São Jorge da Lagoa e de acordo com o relato da amiga que dividia a casa com a jovem, ela saiu da residência ainda na tarde do dia 17 de outubro.

“Ela disse que ia dar uma saidinha e que não era para se preocupar e por isso a jovem não se preocupou, mas quando soube do homicídio a amiga procurou a delegacia e encaminhamos ela ao Imol para o reconhecimento, que foi positivo”, relatou a delegada.

A Polícia agora aguarda os laudos do Imol (Instituto Médico e Odontológico Legal) para precisar o horário do crime. Jéssica morreu com três tiros no pescoço e na cabeça.

Segundo a delegada Roseli Molina, diligências estão sendo feitas na tentativa de encontrar o ex-marido de Jéssica e um namorado que saiu há pouco tempo da prisão. Chegaram à Polícia informações de que o ex-marido havia recentemente, cortado os cartões de crédito da jovem, o que leva a Polícia a acreditar que o crime possa ser relacionado à violência doméstica.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions