A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

12/08/2013 19:56

‘Morador’ de canteiro na Afonso Pena diz que foi enganado e perde mudança

Vinícius Squinelo e Viviane Oliveira
Felipe diz que não sabe para onde levaram a mudança (foto: Marcos Ermínio)Felipe diz que não sabe para onde levaram a mudança (foto: Marcos Ermínio)

Felipe Galarza, 57 anos, que se “mudou”para o canteiro da avenida Afonso Pena, denunciou que foi enganado e que sumiram com sua mudança. Agora, ele vaga pelas ruas de Campo Grande com apenas uma mochila e uma pasta de documentos.

“Vieram aqui, dois carros e um caminhão da Secretaria de Assistência Social, e começaram a carregar minha mudança, nem me disseram nada”, afirmou Felipe, ainda sem saber o que fazer no canteiro próximo do Camelódromo.

Mesmo sem ser informado de nada, Felipe garante que ouviu os servidores falarem que levariam a mudança para o Cetremi (Centro de Triagem e Apoio ao Migrante), mas nada foi confirmado.

Felipe diz não querer ir para o Cetremi, e que buscou uma vaga no Cedami (Centro de Apoio ao migrante), o antigo albergue. O problema é que ele só pode dormir lá por três dias, e garante não ter nenhum dinheiro no bolso.

Outra versão – Em nota oficial, a Prefeitura de Campo Grande informou que, por meio da SAS, o usuário foi atendido pelo serviço especializado em abordagem social hoje e recebeu orientação, apoio e oferta de serviço de acolhimento temporário. “Sr. Felipe foi resistente ao acolhimento, oferta de emprego, pois de acordo com ele não ‘pode trabalhar’ porque isso o impediria de receber a casa própria, informação que não procede”, afirma a nota.

Ainda segundo a prefeitura, após inúmeras tentativas de orientações, Felipe aceitou ser acolhido em uma instituição não governamental, nesse período receberá atendimento psicossocial para acesso ao serviços, programas e projetos disponíveis para pessoas em situação de rua. Será feito pela equipe técnica responsável a intervenção para tentativa de resgate dos vínculos familiares que se encontram fragilizados e encaminhamento ao mercado de trabalho.

O usuário será cadastrado no Cadastro único de programas sociais, condicionalidade para o beneficio da habitação popular, segundo a nota oficial da prefeitura.

"Sobre o recebimento da casa na EMHA, trata-se de informação pertinente à política de habitação, não sendo essa secretaria responsável pelas informações. Nesse sentido, Felipe será orientado a se cadastrar na EHMA ou se já tiver cadastro, renovar seu cadastramento", finaliza a nota.

Propostas – Quase dois dias após “mudar” para a avenida Afonso Pena, no canteiro central próximo ao Camelódromo, Felipe Reys Galarza, diz que recebeu a primeira proposta de emprego e moradia. Porém diz que só aceitará após uma resposta da prefeitura.

“O Sindicato dos Metalúrgicos, do qual já trabalhei em carteira assinada há muito tempo, me ofereceu um emprego e um quarto para morar, nos fundos da empresa. Pretendo dar a resposta a eles até o final do dia, principalmente porque uma assistente social da prefeitura esteve aqui hoje de manhã e me pediu para aguardar”, diz Galarza.

Protesto - Sem dinheiro para pagar o aluguel, Felipe pegou os últimos reais que tinha na carteira e pagou um caminhão de frete para levar os móveis até o canteiro da avenida, como forma de protestar as condições de vida que está vivendo.

Terminal rodoviário de Campo Grande oferece cartões de Natal gratuitos
A rodoviária de Campo Grande, mais um ano, oferece gratuitamente cartões de Natal gratuitamente para os passageiros que passarem pelo local até o pró...
Universidade do MS recebe certificação de excelência em gestão
Será recebida pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) em solenidade que acontece na próxima segunda-feira (18) o certificado de excelência em ges...
Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...
Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...


Aguardar o que? Este cidadão está procurando ajuda, mas psicológica/psiquiátrica! Não se assustem, também existem muitos que querem ter dinheiro no bolso, mas não trabalhando!
 
josé airton recalde em 13/08/2013 12:16:15
Chega a dar vergonha de uma pessoa assim, ele recebeu propostas para sair da lama onde está mas quer se dar ao luxo de recusar achando que a Prefeitura vai arrumar uma casa de luxo a ele.
No Brasil infelizmente as pessoas são acomodadas e jamais vão mudar enquanto o Governo Federal ficar sustentando elas com Vale alguma coisa, sei que existem pessoas que necessitam de auxílio mas a grande maioria quer mamar no governo.
 
Diego Souza em 13/08/2013 11:27:32
O seu Felipe,quer o que?um apartamento mobiliado,com serviços gerais e restaurante,ele não quer isso,não quer aquilo,duvido que a prefeitura tenha levado suas coisas,sem falar nada,e deichado ele na rua,me parece que ele quer é moleza.
 
Teresa Moura em 13/08/2013 10:23:26
Esse sr.na verdade quer escolher aonde vai morar????...não tem dinheiro pra comer, não pode trabalhar, recusou emprego,o que quer um flet, comida e roupa lavada!!!! ai é fica fácil, ja pensou se essa moda pega!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
CRIS. ALVES em 13/08/2013 09:06:36
Gostaria de ajudar, preciso de um trabalhador para capinar meu terreno, forneço a ferramenta(enxada), se ele quiser entre em contato comigo!
 
Fernando leite peralta em 13/08/2013 09:05:54
Hoje em dia só não trabalha quem não quer, as pessoas estão acostumadas a ganhar a depender só do governo e com essa não correm atras de nada.
 
roney santos em 13/08/2013 09:00:43
Ele só quer chamar atenção. Não quer emprego coisa nenhuma, já ofereceram emprego, lugar para ficar, mas o mocinho não quer, pois não é "adequado" para ele. Falta do que fazer.
Tem tanta gente a espera de casa e não está acampada nos canteiros da cidade.
 
Angela Dutra em 13/08/2013 08:53:35
QUEM SOU EU PRA JULGAR ALGUÉM. MAIS RECEBEU PROPOSTA DE EMPREGO, UM LUGAR PRA MORAR E NÃO ACEITOU? SERÁ QUE QUER TRABALHAR MESMO?
 
VALTERMARTINS em 13/08/2013 08:41:56
isso já ta virando "patifaria" hem...
 
douglas augusto em 13/08/2013 08:21:07
Tá muito mal contada essa história, dos dois lados. E como assim, recebeu uma proposta de emprego com carteira assinada e um quarto para morar e "vai pensar"? Se estivesse tão incomodado de morar na rua não iria deixar uma oportunidade dessa passar.
 
Paulo Medeiros em 13/08/2013 08:09:19
Cidadão para de drama o que não falta em campo grande é emprego vem acampar aqui no Indubrasil que ta faltando mão de obra para de aparecer e trabalha cara.
 
ADEMIR CLEMENTINO GONÇALVES em 13/08/2013 08:00:04
Senhor FELIPE, na boa!!


Pega logo a oferta do sindicato dos metalúrgico.




NEI SALVIANO
 
nei salviano em 13/08/2013 07:22:38
O que esse cara tá querendo? Mansão e aposentadoria?
 
Francis Prosper em 13/08/2013 07:08:18
Na minha opnião esse cidadão quer moleza ... já receber proposta para trabalhar e ainda com quarto para morar ..e ainda quer analisar as propostas!!! ai fica dificil ...
 
CELIO SILVA em 13/08/2013 06:38:28
O cara recebeu proposta de emprego e moradia e ainda falou que vai pensar. Está no fundo do poço e mesmo assim se mostra arrogante.
 
Marcelo Antunes em 12/08/2013 23:05:35
Só não trabalha quem não quer, isto eu chamo de preguiça, (57 anos e não tem nada)
 
livio alberto em 12/08/2013 22:53:44
Boa Noite., pelo que parece o Sr Felipe não está querendo ajuda, pra quem está precisando realmente., ele está muito resistente.. querendo escolher ainda., ahh ., faz favor né..Está é querendo chamar atenção.!!
 
MARIA DE FATIMA ROMERO DAGHETR em 12/08/2013 21:32:37
Se todo mundo que precisar de um teto resolver acampar nos canteiros da cidade...tá certo que em algum momento da vida vc passa por situações adversas, mas francamente, é muita estórias de ser passado pra trás, e conseguir apoio da população através do apelo a comoção ....acorda senhorzinho bora trabalhar e sair da rua.
 
sandra lima em 12/08/2013 20:15:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions