A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

12/05/2011 18:23

Procon descarta existência de cartel entre postos de combustíveis da Capital

Paula Maciulevicius

Preço do etanol já caiu 40% nas usinas, redução não chegou ao consumidor

Conforme última pesquisa do Procon, variação nos preços de combustíveis mostra que não existe cartel. (Foto: João Garrigó) Conforme última pesquisa do Procon, variação nos preços de combustíveis mostra que não existe cartel. (Foto: João Garrigó)

Mesmo com a alta de combustíveis ocorrida nos últimos meses e a variação de preços, o Procon descarta a possibilidade de existir cartel entre os postos da Capital.

Para o superintendente do órgão, Lamartine Ribeiro, não há necessidade de investigar com mais seriedade, porque na última pesquisa feita, no dia 26 de abril, dos preços de combustíveis em Campo Grande, a variação constatada foi de apenas 13,6%.

“A partir dessa variação, entendemos que não existe cartel. De qualquer forma como é uma questão coletiva, se houvesse algum indício, seria com o Ministério Público do Consumidor, para abrir inquérito”, explica.

O MPE (Ministério Público Estadual) afirma que não há nenhum inquérito em andamento para investigar a existência de cartel em Campo Grande. O último, que apontou a prática teve a decisão há dois anos.

Redução - o início da safra da cana-de-açúcar já acarretou queda significativa nos preços do etanol, que já ficou 40% mais barato nas usinas, segundo balanço da Unica (União da Indústria da Cana-de-açúcar). Porém para os consumidores, apenas uma pequena parte dessa redução foi repassada, de 4%.

Segundo a última pesquisa da ANP (Agência Nacional do Petróleo), referente ao período dos dias 01 a 07 de maio, o litro da gasolina era encontrado na Capital, na média de R$ 2,89 e o álcool, a R$ 2,38.

De acordo com a Unica foram processadas até o final de abril, 23,69 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, desse total, 64,6% foram destinados à produção de etanol. Percentualmente, mais do que os 59% destinados à produção do biocombustível no mesmo período da safra anterior.

BR diminui preço da gasolina e do álcool hidratado
A Petrobras Distribuidora (BR) assinou portaria estabelecendo a diminuição média de 6% no preço da gasolina e em 13% o do etanol hidratado vendidos n...
Dilma assina medida provisória que reduz para 18% mistura mínima de álcool na gasolina
MP aumenta capacidade de intervenção sobre preço da gasolina.A presidente Dilma Rousseff assinou nesta quinta-feira uma medida provisória que reduz e...
Campo Grande registra novo aumento de gasolina nesta quarta-feira
Dois dias após o registro da cobrança de R$ 3 pelo litro de gasolina em Campo Grande, alguns postos da cidade já tiveram novo aumento. No Posto Small...


CARTEL? AQUI EM CAMPO GRANDE? NAOOOOOOOO GENTE, ISSO NAO EXISTE AQUI, CARTEL É COISA DA COLOMBIA, COISA DE PABLO ESCOBAR.
 
RODRIGO MARETO em 12/05/2011 08:44:26
Só o Procon que descarta a possibilidade de ter um cartel aqui.ora ora,Srs basta ver quem é o grupo que monopoiliza 90%dos postos.
Abre o olho pessoal "de preferencia os olhos do Procon"
 
Elton Fontes em 12/05/2011 06:53:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions