A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

04/07/2013 08:48

Servidores do HR "lavam" entrada de hospital para exterminar corrupção

Jéssica Benitez e Aliny Mary Dias
Servidores lavaram entrada da unidade na manhã de hoje (Foto: Marcos Ermínio)Servidores lavaram entrada da unidade na manhã de hoje (Foto: Marcos Ermínio)

Pouco mais de 30 servidores do Hospital Regional Rosa Pedrossian limparam a entrada principal da unidade munidos de sabão em pó e vassouras em alusão à dispensa do diretor-presidente do HR, Ronaldo Perches Queiroz, ocorrida na última terça-feira. O ato é uma "forma simbólica de exterminar qualquer resquício de corrupção na direção do hospital", diz o presidente do SINTSS/MS (Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social de Mato Grosso do Sul), Alexandre Costa.

Ele relatou que funcionários já haviam solicitado a mobilização devido a inúmeras queixas sobre a forma que Ronaldo vinha comandando o HR. Segundo ele, o ex-diretor "gastou milhões de reais na contratação da empresa SPDM (Sociedade Paulista Para Residência em Medicina) para consultoria administrativa", o que despertou suspeitas.

“Ele gastou milhões para instituir política no hospital um sistema que não funciona, que nunca funcionou. Ele quis privatizar o hospital”, disse portando faixa com a frase: Por um SUS (Sistema Único de Saúde) 100% público. “Estamos limpando para não restar nem o cheiro da administração passada”, enfatizou.

Na avaliação do coordenador do Conselho Local de Saúde do Servidor do HR, Ivonei Macedo, acredita que o problema principal é a falta de valorização dos servidores que trabalham por salários baixos, além da diferenciação no pagamento para pessoas que têm o mesmo cargo.

“Essa era uma atitude da diretoria do Ronaldo”, opinou. Macedo também ressaltou que o setor administrativo não tem banheiro há mais de dois anos. “Não aceitamos mais essa política”, finalizou.

Afastamento – Ronaldo pediu dispensa do cargo depois que gravações da operação “Sangue Frio”, divulgadas na última segunda-feira, indicam que Queiroz planejava manobra na tentativa de que aceleradores lineares (usados no tratamento contra o câncer), disponibilizados pelo Ministério da Saúde, fossem enviados ao Hospital do Câncer, administrado na época pelo médico Adalberto Siufi.



Esses, pouco mais de 30 funcionários representam a indignação dos funcionários do hospital assim como da população que depende do atendimento, e que ficam a espera em macas no corredor do PAM, enquanto a reforma do PAM la se vai a mais de três anos, e é só olharmos mais a frente que veremos uma construção do hospital do câncer para criança que iniciou a menos de 1 ano e provavelmente sera inaugurado antes do PAM - HRMS, devemos lembrar que nesta quarta feira nos funcionário tivemos no refeitório de almoço apenas ovos, arroz e feijão, e os pacientes como receberam a alimentação neste dia. Essa é a HUMANIZAÇÃO, que se prega pelos corredores, todos os trabalhadores necessitam de dignidade e respeito isso chama humanização e valorização do ser humano.
 
sandra versallis em 04/07/2013 19:05:27
Ainda tem muita coisa para ser apurado na saúde do MS!
 
Juliano Macedo em 04/07/2013 16:10:00
Se essa moda pegar vai faltar água no nosso Estado.
 
sebastiao dos reis em 04/07/2013 14:02:04
Em particular,não tenho nada contra o governador do Estado,mas acho que tem muita coisa por aí que ele deichou de ver, será que ele tem algo compativel com toda essa sugeira que foi espanada,e que ja estava juntando moscas demais? convem averiguar!
 
Lucas da Silva em 04/07/2013 13:03:22
Esta mania que os " poderosos " tem de achar que as pessoas são burras, que não sabem o que acontece atráz das portas dos gabinetes, que sirva de exemplo, tem muito lugar que merecia uma boa lavada na entrada.......
 
Lizeti Aparecida Zanineli em 04/07/2013 12:12:39
Ele e ela só sairam do "armário" porque tocaram fogo na moita, imaginem o quanto ainda estão "protegidos".
 
José Freitas em 04/07/2013 10:49:42
Não era deste hospital a propaganda do governo do estado vinculada estes dias nas redes de TV. Milhões de investimentos, funcionários e pacientes felizes da vida, tudo perfeito excelência no atendimento, médicos de primeiro mundo, etc etc etc.
Muda Brasil, temos que cobrar explicações, com a palavra o Governo do Estado, Ministério Público Estadual e Federal, Tribunal de Contas e AL.
 
Samuel K. Ramos em 04/07/2013 10:18:50
Ah , mas não deviam parar por aí , acho que eles deviam ir lá na governadoria fazer uma faxina também.
16 anos de governo e dizer que não sabia de nada ? , faça-me o favor o povo não é tão bobo assim.
 
Oswaldo Ferreira em 04/07/2013 09:37:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions