A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

08/07/2016 15:21

Soldado do Exército confessa à polícia ter estuprado criança de 11 anos

João Humberto e Leandro Abreu
Ele foi encaminhado pela polícia ao Imol para exame de corpo de delito (Foto: Leandro Abreu)Ele foi encaminhado pela polícia ao Imol para exame de corpo de delito (Foto: Leandro Abreu)

O soldado do Exército Luiz Antonio Rodrigues dos Santos, 18 anos, confessou ter estuprado uma garota de 11 anos em depoimento prestado ao delegado Paulo Sérgio Lauretto, na tarde desta sexta-feira (8), na DEPCA (Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente). Ele disse à polícia que a menina consentiu para que fizessem sexo e achou que ela tinha 16 anos.

Durante o depoimento do soldado na DEPCA, a garota de 11 anos foi chamada para reconhecê-lo e ficou bastante abalada ao entrar na sala. Ela confirmou a autoria do crime.

Ao delegado, Luiz Antonio contou que no dia do ocorrido saiu do quartel e foi beber uma lata de cerveja na Orla Morena. Ele falou que a vítima se aproximou e “puxou papo”.

De lá, os dois foram numa sorveteria e no local a garota começou a “agarrá-lo”, conforme depôs ao delegado. Depois, seguiram para a casa de dois amigos dele no Jardim Canguru, região sul de Campo Grande.

Conforme o delegado, o soldado negou a acusação de ter dopado a vítima, mas afirmou ter fumado cigarro de maconha com os dois amigos antes de fazer sexo com a menor. A relação, de acordo com Luiz Antonio, teve consentimento da menina.

Ainda no depoimento ao delegado Lauretto, o rapaz disse achar que a garota tivesse 16 anos. Por conta disso, o soldado vai ser indiciado por estupro de vulnerável, inclusive com prisão temporária decretada pelo delegado.

Lauretto disse que vai pedir à Justiça para converter a prisão para preventiva e afirmou que não há mais pessoas para serem ouvidas no caso. Agora, de acordo com ele, o inquérito será encerrado e laudo está sendo aguardado.

Da delegacia, o soldado foi encaminhado ao Imol (Instituto Médico de Odontologia Legal) para que seja coletado material genético dele e de lá vai para o Exército, que mantém sua guarda. Será feita comparação com material coletado da vítima. Exame confirmou abuso sexual na menina.

Os dois adolescentes amigos do soldado foram detidos pela polícia nesta semana, quando na casa deles foram apreendidos revólver calibre 38, porções de cocaína e maconha. Ambos já teriam outras passagens pela polícia e estão na Deaij (Delegacia Especializada no Atendimento à Infância e Juventude).

Local para dormir – De acordo com informações da menina, após fugir de casa encontrou o soldado, que ofereceu local para que passasse a noite. Ele a levou para a casa dos amigos adolescentes, apresentando-a como namorada.

A menina confirmou que consumiu drogas com o soldado e dormiu na cama com ele. Quando acordou, percebeu que estava despida e suspeitou que havia sido violentada.

Ela fugiu do local e foi encontrada por um conhecido da família. A garota contou o que houve para a mãe, que registrou o caso na polícia.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions