A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

04/10/2016 16:31

Suspeita de matar irmão esquizofrênico admite ter esfaqueado rapaz durante briga

Adriano Fernandes
O crime ocorreu depois que os irmãos discutiram, na tarde de domingo (2). (Foto: Guilherme Henri) O crime ocorreu depois que os irmãos discutiram, na tarde de domingo (2). (Foto: Guilherme Henri)

Foi ouvida esta tarde (04), Mirianne Camargo Cardozo, de 31anos, suspeita de ter esganado e esfaqueado o próprio irmão, Jefferson Camargo Cardozo, na tarde do último domingo (2). A mulher admitiu ter esfaqueado o irmão durante uma briga.

Ao delegado Weber Luciano de Medeiros da 2ª Delegacia de Polícia Militar em Campo Grande, ela disse que a discussão foi motivada por um dos surtos do rapaz, que era esquizofrênico.
No ultimo domingo (2), depois de terem almoçado toda família estava reunida em frente à residência onde o rapaz morava com a mãe, na Rua Maicuru no Jardim Colúmbia.

Ao entrar para ir ao banheiro, Mirianne já encontrou o irmão em surto e dando socos na parede, foi quando a vítima tentou agredá-la. Os dois brigaram e na tentativa de se defender Mirianne pegou uma faca e acertou o irmão.

A discussão só parou depois que o padrasto dos envolvidos os separou. Depois do ocorrido Mirianne fugiu do local. “Ela alegou que só ficou sabendo que o irmão tinha morrido, depois”, comenta o delegado.

Mirianne compareceu a delegacia com o advogado, foi ouvida e liberada enquanto procedem as investigações. “Agora, vamos continuar ouvindo as testemunhas, parentes, vizinhos e pessoas próximas aos envolvidos para saber se a vítima era mesmo violenta e podermos acrescentar ao laudo definitivo da ocorrência”, concluiu o delegado.

O crime - Jefferson morava nos fundos da residência de sua mãe, na Rua Maicuru no Jardim Colúmbia, onde ocorreu o crime. Em depoimento à polícia, o padrasto da vítima contou que Jefferson era esquizofrênico, fazia uso de remédios controlados e que frequentemente tinha acessos de raiva em que agredia sua mãe e irmã.

Na tarde de domingo (2), sua irmã foi até o local e posteriormente passou correndo pela casa dizendo “fui eu, fui eu” e fugiu. Os familiares que estavam na residência foram até a casa dos fundos e lá encontraram o corpo de Jefferson com um ferimento no olho esquerdo aparentando ser de uma facada e com marcas no pescoço.

A Polícia Militar e Civil foram chamadas e no local encontraram uma faca, que foi usada por Mirianne para cometer o crime. O objeto foi apreendido e o corpo encaminhado para o IMOL (Instituto de Medicina e Odontologia Legal).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions