A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2019

29/03/2017 13:58

Abrigo de meninas atinge lotação e sofre com pouca ajuda do poder público

Helio de Freitas, de Dourados
Crianças atendidas no Lar Ebenezer em imagem desfocada para não serem identificadas (Foto: Divulgação)Crianças atendidas no Lar Ebenezer em imagem desfocada para não serem identificadas (Foto: Divulgação)

Com pouca ajuda do poder público e dependendo de doações da sociedade, o Lar Ebenezer Hilda Maria Corrêa, Fundado em fevereiro de 1988 para abrigar crianças e adolescentes em situação de risco, atingiu esta semana a lotação máxima, com 20 meninas acolhidas. O lar fica em Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande.

A capacidade foi atingida com crianças em situação de risco, acolhidas por determinação da Justiça. Entretanto, se outras meninas precisarem de abrigo e se tiver ordem judicial, o Lar terá de recebê-las, mesmo com a capacidade esgotada, o que agravaria a crise financeira da instituição.

Quando chega ao lar, a vítima é acolhida pela cuidadora, que oferece o primeiro atendimento. Depois recebe acompanhamento psicológico e nos dias seguintes é inserida na rotina escolar e atividades extracurriculares oferecidas pela entidade.

De acordo com a assessoria da entidade, enquanto a criança é acolhida, a equipe técnica, formada por assistente social e psicóloga, faz a triagem sobre a vida e família da vítima, para tentar uma reinserção familiar.

O Lar Ebenezer acolhe crianças e adolescentes do sexo feminino de 7 a 14 anos, em situação de risco, que foram recolhidas pela Justiça. Elas ficam no abrigo até que o processo judicial seja concluído.

Pouco dinheiro – Instituição é filantrópica mantida por doações, a entidade recorre à sociedade para continuar de portas abertas. Recentemente, por intervenção do Ministério Público, a prefeitura firmou convênio com a entidade e repassa pouco menos de R$ 3 mil para o Lar Ebenezer. Entretanto, o dinheiro é pouco, já que só a conta de energia elétrica chega a R$ 2.500 por mês.

O lar recebe também repasses do governo do Estado e da União, que ajudam a manter o atendimento.

Nos últimos meses, uma campanha vem sendo feita em Dourados para aumentar a arrecadação. As doações podem ser feitas através do link http://www.larebenezerdourados.com.br/cadastro-de-doacao/.

O telefone para mais informações sobre doações é o (67) 3421-0103. Quem quiser colaborar pode depositar as doações diretamente na conta do Lar Ebenezer – Caixa Econômica Federal agência 2052, operação 003, conta corrente 164-7.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions