ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, DOMINGO  23    CAMPO GRANDE 26º

Interior

FAB encerra busca por avião, mas bombeiros continuam atrás de tripulantes

Até o momento, apenas o corpo do piloto corumbaense Gustavo Carneiro foi localizado após queda do bimotor

Por Mirian Machado | 06/12/2021 13:16
Bombeiros do DF que estão ajudando nas buscas pelas vítimas. (Foto: Divulgação)
Bombeiros do DF que estão ajudando nas buscas pelas vítimas. (Foto: Divulgação)

A FAB (Força Aérea Brasileira) suspendeu no domingo (4), as buscas pelo avião bimotor de prefixo PP-WRS e modelo PA-34-220T, que caiu dia 24 de novembro em alto mar, entre Paraty (RJ) e Ubatuba (SP), deixando desaparecidas três pessoas, entre elas, o piloto corumbaense Gustavo Carneiro, de 27 anos. O corpo de Gustavo foi localizado no dia seguinte a queda.

Apesar o avião não ser mais procurado, o Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro confirmou que continuam com as buscas pelo copiloto José Porfírio, de 20 anos, e do empresário Sérgio Alves Dias, de 45 anos.

Da esqueda para direita, copiloto José, empresário Sérgio e piloto Gustavo estavam na aeronave. (Imagem: Reprodução)
Da esqueda para direita, copiloto José, empresário Sérgio e piloto Gustavo estavam na aeronave. (Imagem: Reprodução)

Além de mergulhadores, botes, moto aquáticas e até helicópteros, a corporação passou a contar com a ajuda dos bombeiros do Distrito Federal, que forneceram uma sonda Side Scan para fazer uma varredura no fundo do mar.

"A Marinha me falou que é apoio da Aeronáutica e que só continuaria nas buscas enquanto a Aeronáutica continuasse. Recebi ligação da Marinha informando que suspenderiam as buscas. É muito desesperador”, lamentou Tatiana Fogaça, esposa de Sérgio, em entrevista ao portal Metrópoles.

Familiares das vítimas criticam a Aeronáutica e a Marinha sobre a demora no início das buscas. “Meu desespero, meu pedido de ajuda é para que Aeronáutica e Marinha estendam as buscas por mais alguns dias”, afirmou Tatiana.

Apenas o corpo do piloto foi encontrado próximo ao local onde a aeronave teria caído. Ele foi velado e cremado.

Primeiras peças encontradas da aeronave após queda em alto mar. (Imagem: Divulgação)
Primeiras peças encontradas da aeronave após queda em alto mar. (Imagem: Divulgação)
Destroços do avião encontrados em alto mar. (Foto: Direto das Ruas)
Destroços do avião encontrados em alto mar. (Foto: Direto das Ruas)

Acidente aéreo - O voo saiu às 19h30 (MS) de quarta-feira (24) de Campinas, com destino ao Aeroporto de Jacarepaguá, na zona oeste do Rio de Janeiro.

A suspeita é que o avião teve problema em um dos motores e o piloto tentou um pouso forçado, sem sucesso. Apesar de estar em situação regular, a aeronave não tinha autorização para a realização de táxi aéreo, ainda conforme o Jornal da Band.

A Força Aérea Brasileira iniciou as buscas pela aeronave às 04h15 do dia 25, com um helicóptero H-36 Caracal do 3°/8° GAV.

Foi utilizado óculos de visão noturna para viabilizar as buscas. Os destroços da aeronave desaparecida foram localizados às 06h35 de quinta-feira.

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário