29/08/2019 12:00

PM ganha 40 carabinas para reforçar segurança em "cidades gêmeas"

Repasse do armamento integra ação do programa Fronteira Integrada, do Ministério da Justiça

Jones Mário
Modelo das carabinas doadas para a PM de Mato Grosso do Sul (Foto: Divulgação/Imbel)Modelo das carabinas doadas para a PM de Mato Grosso do Sul (Foto: Divulgação/Imbel)

O Ministério da Justiça, por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública, doou 40 carabinas semiautomáticas para a PM (Polícia Militar) de Mato Grosso do Sul. A medida integra ações do programa Fronteira Integrada, criado em 2016 pela União a fim de ampliar prevenção, fiscalização e repressão a delitos transfronteiriços.

O armamento doado é de fabricação nacional, da Imbel (Indústria de Material Bélico do Brasil), modelo IA2, calibre 5,56x45mm e carregador com capacidade para 30 tiros. As carabinas vêm acompanhadas de bandoleira três pontos e reforçador para tiros de festim. O lote enviado para Mato Grosso do Sul vale R$ 291,5 mil.

Segundo o comandante da PM no Estado, coronel Waldir Acosta, os equipamentos ainda não chegaram. O policial disse que todas as unidades distribuídas pela região de fronteira em Mato Grosso do Sul já têm armas longas, mas reconheceu que toda ajuda é bem-vinda. A PM aguarda o armamento para definir a destinação.

Um dos eixos do programa Fronteira Integrada prevê equipar secretarias e polícias em atividade nas localidades fronteiriças, principalmente nas chamadas cidades gêmeas, caracterizadas pela localização lado a lado com municípios de países vizinhos.

Mato Grosso do Sul tem sete cidades gêmeas reconhecidas pela União: Bela Vista, vizinha de Bella Vista do Norte, no Paraguai; Coronel Sapucaia, localizada na linha de fronteira com a paraguaia Capitan Badó; Corumbá, fronteiriça com Puerto Quijarro, na Bolívia; Mundo Novo, que faz fronteira com Salto del Guairá, no Paraguai; Paranhos, localizada ao lado da paraguaia Ypejhú; Ponta Porã, próxima a Pedro Juan Caballero, também no Paraguai; e Porto Murtinho, que faz fronteira com Carmelo Peralta, outra paraguaia.

O extrato de doação foi publicado na edição desta quinta-feira (29) do DOU (Diário Oficial da União). Ao todo, o Ministério da Justiça distribuiu 242 carabinas por 14 estados.

Foram contemplados oito estados localizados em regiões de fronteira – Roraima, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Os outros seis não são vizinhos de nenhum país – Bahia, Espírito Santos, Maranhão, Paraíba, Alagoas e Sergipe.

imagem transparente