25/03/2013 18:29

"Acréscimo" de R$ 2,5 milhões em contratos é para ampliar tapa buracos

Edivaldo Bitencourt

A Prefeitura de Campo Grande promoveu aumento de 25% nos contratos com duas empreiteiras, nove dias após a posse do prefeito Alcides Bernal (PP), para evitar atrasos nas operações tapa-buracos. Os dois termos aditivos somam acréscimo de R$ 2,5 milhões, conforme os extratos publicados hoje no Diogrande (Diário Oficial).

Segundo o secretário municipal de Infraestrutura, Semy Alves Ferraz, os contratos firmados são aditivos. “Não houve reajuste e sim aumento de trabalho para as empreiteiras que terão como serviços mais operações tapa-buracos”, justificou.

O secretário de Infraestrutura, Semy Ferraz explica que o aditivo ao contrato foi feito para evitar atrasos nas operações tapa-buraco e atender a demanda após fortes chuvas ocorridas desde o início deste ano.

“Uma nova licitação demandaria tempo e as ações são necessárias agora. O contrato foi renovado com aditivo pelo mesmo valor do serviço tapa-buraco cobrado”, contou. A Selco Engenharia teve um aumento de R$ 1.337.068,30 no contrato e a Gradual Engenharia e Consultoria R$ 1.239.814,45.

“Os valores que foram acrescidos são referentes a mais áreas a serem recapeadas na cidade do que quando foram contratadas, há um ano. Portanto, não são reajustes, mas sim termos aditivos de contrato por aumento da quantidade de serviço das empreiteiras referidas”, explicou.

A primeira contemplada com o aumento foi a Empresa Gradual Engenharia Consultoria, com acréscimo de R$ 1,2 milhão, passando de R$ 4,959 milhões para R$ 6,199 milhões.

O segundo termo aditivo foi entre a Prefeitura e Selco Engenharia, também de 25%, com aumento de R$ 1,337 milhão, de R$ 5,348 milhões para R$ 6,685 milhões.

Semy prefere aditivo de 25% a empreiteiras do que novas licitações
O secretário municipal de Infraestrutura, Semy Ferraz explicou que o reajuste de 25% nos contratos de duas empreiteiras, publicado hoje, nos extratos...
Nove dias após posse, Bernal eleva contratos com empreiteiras em 25%
Nove dias após tomar posse, o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), promoveu reajuste de 25% nos contratos com duas empreiteiras. Os dois te...
imagem transparente