A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


27/10/2015 06:00

Amigo de Lula diz como faz para pagar menos imposto

Edivaldo Bitencourt

Menos imposto – O pecuarista José Carlos Bumlai contou, em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo, que só faz transações como pessoa física. O objetivo é pagar menos impostos. No agronegócio, explicou ele, pessoa física paga menos do que jurídica.

Invenções – Bumlai se apresentou, durante toda a entrevista, como produtor rural de Mato Grosso do Sul. Ele negou que tivesse crachá especial e acesso irrestrito ao Palácio do Planalto na época de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Também frisou que só perdeu os boatos.

Frustração – O pecuarista destaca que tentou encontrar uma solução para o conflito entre produtores rurais e índios no Estado. José Carlos Bumlai é taxativo sobre o assunto: só não foi resolvido porque faltou vontade política.

Sem reação – Os opositores do prefeito Alcides Bernal (PP) não conseguiram convencer o Gaeco de que ele adotou o mesmo esquema para se livrar da cassação. Os promotores planejam voltar a centrar a investigação na denúncia de que houve compra de votos de vereadores para cassar o mandato do progressista.

Sem provas – O vereador Jamal Salem (PR) prestou depoimento, mas não apresentou provas de que Bernal ofereceu dinheiro aos vereadores. Ele manteve todo o depoimento na mesma linha de Luiza Ribeiro (PPS), de que ouviu dizer e tinha conhecimento de boatos.

Erro – Jamal admitiu, ao deixar o Gaeco, que cometeu um erro ao assumir o comando da Secretaria Municipal de Saúde. Ele destacou que a saúde é “bucha”, porque sempre precisa verba e não tem dinheiro. Na sua avaliação, o setor enfrenta caos porque não tem investimento.

Pop star – O vereador Jamal Salem sentiu-se no 15 minutos de fama na manhã de ontem. Ao deixar o Gaeco, ele sentiu-se a estrela do dia. “Nunca me senti tão valorizado como hoje”, ressaltou.

Mau exemplo – Um leitor do Campo Grande News flagrou uma viatura da Polícia Civil estacionada na vaga exclusiva para deficiente físico em frente à Central de Atendimento ao Cidadão.

Ambição – Apesar do aumento da força do PSDB, desde que assumiu o comando do Governo do Estado, o PMDB sonha alto em 2016. A sigla tem como meta eleger 30 prefeitos, quase o dobro em relação aos atuais 18 chefes de prefeituras no Estado.

Perfil – O ex-governador André Puccinelli (PMDB) traçou o perfil do candidato ideal para disputar a prefeitura da Capital. Ele contou que o candidato (a) deve ser novo, mas com experiência administrativa.

(colaboraram Antonio Marques e Leonardo Rocha)

Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions