A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 24 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


22/09/2015 06:00

André prestigia ex-petista e PMDB ainda sonha com Trad

Edivaldo Bitencourt

Presença ilustre – O ex-governador André Puccinelli (PMDB) acompanhou a filiação do presidente da Cassems e médico cardiologista, Ricardo Ayache, ao PSB no sábado. Pré-candidato a prefeito da Capital, Ayache deixou o PT, pelo qual disputou o Senado no ano passado.

Esperança – O presidente da Assembleia Legislativa, Junior Mochi (PMDB) ainda não perdeu a esperança de manter Marquinhos Trad na sigla. Atualmente, ele é o peemedebista com maior potencial eleitoral. A expectativa é mantê-lo como plano A do PMDB nas eleições de 2016.

Cacife – No entanto, Mochi destacou que a saída de Marquinhos não deverá causar desespero na sigla. Ele destacou que o partido ainda tem bala na agulha e poderá apostar em outros nomes com chance, como os senadores Waldemir Moka e Simone Tebet e o deputado federal Carlos Marun.

Prioridades – Os deputados vão definir hoje uma agenda de prioridades. O objetivo é listar os projetos que vão ser votados em regime de urgência, como o que eleva o ICMS de produtos supérfluos, regulamento o comércio pela internet e amplia o prazo de isenção do IPVA.

Mobilização – Os pais dos estudantes da IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) estão mobilizados para denunciar a greve dos professores. Eles se uniram por meio do aplicativo WhatsApp e vão denunciar o caso ao MPF (Ministério Público Federal). Eles alegam que os docentes batem ponto, mas não trabalham.

Prefeituras – Não bastasse a queda na arrecadação e no repasse do FPM (Fundo de Participação dos Municípios), 42 prefeituras ainda vão receber repasse menor do ICMS (Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços). Para economizar, alguns municípios estão reduzindo horário de trabalho e até discutindo a possibilidade de decretar moratória por seis meses.

Turbinada – Por outro lado, 37 dos 79 municípios vão passar a receber valor maior do ICMS em 2016. Ou seja, justamente em ano eleitoral, os prefeitos dessas cidades vão ganhar um gás extra para disputar a reeleição ou tentar fazer o sucessor.

Estratégia – O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) deve definir, nesta terça-feira, a posição sobre a volta da CPMF. A decisão sai de uma reunião com os outros cinco governadores do PSDB. O Governo propõe criar o tributo de 0,38% para dividir a receita com os estados.

Fundamental – A decisão do PSDB será fundamental para a presidente Dilma Rousseff (PT) apoiar a proposta do novo tributo no Congresso Nacional. Em Mato Grosso do Sul, a maior parte da bancada federal é contra a volta do imposto do cheque.

Suspense – O prefeito da Capital, Alcides Bernal (PP), chegou a anunciar que completaria a equipe ontem. No entanto, a assessoria avisou que só alguns nomes seriam publicados no Diário Oficial de Campo Grande. Como o município ignora a lei e as regras para publicar o dito diário, muita gente passou o dia agoniado, até a publicação, que ocorreu após o expediente.

(colaboraram Leonardo Rocha e Antonio Marques)

Gaeco tem suspeita de vazamento
Desconfiança – O Gaeco (Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado), responsável pela investigação que aponta envolvimento de policiais militare...
DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions