A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


22/09/2015 06:00

André prestigia ex-petista e PMDB ainda sonha com Trad

Edivaldo Bitencourt

Presença ilustre – O ex-governador André Puccinelli (PMDB) acompanhou a filiação do presidente da Cassems e médico cardiologista, Ricardo Ayache, ao PSB no sábado. Pré-candidato a prefeito da Capital, Ayache deixou o PT, pelo qual disputou o Senado no ano passado.

Esperança – O presidente da Assembleia Legislativa, Junior Mochi (PMDB) ainda não perdeu a esperança de manter Marquinhos Trad na sigla. Atualmente, ele é o peemedebista com maior potencial eleitoral. A expectativa é mantê-lo como plano A do PMDB nas eleições de 2016.

Cacife – No entanto, Mochi destacou que a saída de Marquinhos não deverá causar desespero na sigla. Ele destacou que o partido ainda tem bala na agulha e poderá apostar em outros nomes com chance, como os senadores Waldemir Moka e Simone Tebet e o deputado federal Carlos Marun.

Prioridades – Os deputados vão definir hoje uma agenda de prioridades. O objetivo é listar os projetos que vão ser votados em regime de urgência, como o que eleva o ICMS de produtos supérfluos, regulamento o comércio pela internet e amplia o prazo de isenção do IPVA.

Mobilização – Os pais dos estudantes da IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) estão mobilizados para denunciar a greve dos professores. Eles se uniram por meio do aplicativo WhatsApp e vão denunciar o caso ao MPF (Ministério Público Federal). Eles alegam que os docentes batem ponto, mas não trabalham.

Prefeituras – Não bastasse a queda na arrecadação e no repasse do FPM (Fundo de Participação dos Municípios), 42 prefeituras ainda vão receber repasse menor do ICMS (Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços). Para economizar, alguns municípios estão reduzindo horário de trabalho e até discutindo a possibilidade de decretar moratória por seis meses.

Turbinada – Por outro lado, 37 dos 79 municípios vão passar a receber valor maior do ICMS em 2016. Ou seja, justamente em ano eleitoral, os prefeitos dessas cidades vão ganhar um gás extra para disputar a reeleição ou tentar fazer o sucessor.

Estratégia – O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) deve definir, nesta terça-feira, a posição sobre a volta da CPMF. A decisão sai de uma reunião com os outros cinco governadores do PSDB. O Governo propõe criar o tributo de 0,38% para dividir a receita com os estados.

Fundamental – A decisão do PSDB será fundamental para a presidente Dilma Rousseff (PT) apoiar a proposta do novo tributo no Congresso Nacional. Em Mato Grosso do Sul, a maior parte da bancada federal é contra a volta do imposto do cheque.

Suspense – O prefeito da Capital, Alcides Bernal (PP), chegou a anunciar que completaria a equipe ontem. No entanto, a assessoria avisou que só alguns nomes seriam publicados no Diário Oficial de Campo Grande. Como o município ignora a lei e as regras para publicar o dito diário, muita gente passou o dia agoniado, até a publicação, que ocorreu após o expediente.

(colaboraram Leonardo Rocha e Antonio Marques)

Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions