ACOMPANHE-NOS    
MAIO, DOMINGO  22    CAMPO GRANDE 14º

Política

Afastamento de Bernal pode ser definido no fim da tarde de hoje

Por Kleber Clajus | 18/11/2013 11:14
Integrantes da Comissão Processante concedem coletiva hoje sobre afastamento ou não de Bernal (Foto: Kleber Clajus)
Integrantes da Comissão Processante concedem coletiva hoje sobre afastamento ou não de Bernal (Foto: Kleber Clajus)

Reunião entre a Comissão Processante e a Procuradoria Jurídica da Câmara Municipal pode deliberar ainda hoje sobre o afastamento ou não do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). Coletiva sobre o tema ocorre nesta tarde, às 17h, na sede do Legislativo.

A Comissão Processante, composta pelos vereadores Edil Albuquerque (PMDB), Flávio César (PT do B) e Alceu Bueno (PSL), ainda se mantém no aguardo do parecer que, se necessário, pode ter prazo ampliado para análise.

Assim que liberado o posicionamento pela legalidade ou não do pedido interposto pelos ex-integrantes do PP, Pedro Guimarães e Raimundo Nonato, a Comissão Processante define se apresenta projeto de decreto legislativo para o afastamento.

Caso haja parecer favorável pelo afastamento, o decreto é então encaminhado para o plenário da Câmara que define o afastamento ou não de Bernal do cargo. Para afastar, é preciso de 20 votos, critério também adotado na abertura da Comissão Processante.

Depoimentos – O processo de afastamento do prefeito corre em paralelo a depoimentos na Comissão Processante, que investiga a ocorrência ou não de atos ilegais na contratação de empresas de forma emergencial. A denúncia também foi protocolada pelos ex-integrantes do PP, Pedro Guimarães e Raimundo Nonato.

Amanhã (19), às 14h, o secretário de saúde, Ivandro Corrêa Fonseca, presta depoimento aos vereadores, seguido da diretora-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Kátia Moraes Castilho, que concede esclarecimentos às 15h. Encerrando o dia, a Comissão recebe o depoimento da secretária de Assistência Social, Thais Helena, a partir das 16h.

Nos siga no Google Notícias