A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

29/06/2016 08:00

Foco do PSDB agora é conseguir apoio do PSB, diz pré-candidata tucana

Partido já fechou apoio do PR, PRB, SD e PT do B

Mayara Bueno e Leonardo Rocha
Pré-candidata a prefeita da Capital, a vice-governadora de MS, Rose Modesto (PSDB). (Foto: Leonardo Rocha)Pré-candidata a prefeita da Capital, a vice-governadora de MS, Rose Modesto (PSDB). (Foto: Leonardo Rocha)

Depois de fechar aliança com o PR, SD, PRB e PT do B, o PSDB foca agora em acertar com o PSB, segundo a vice-governadora Rose Modesto, pré-candidata a prefeita de Campo Grande. O partido também trabalha pela parceria com o PMDB, mas, por enquanto, aguarda a definição dos peemedebistas em torno da possível candidatura do ex-governador André Puccinelli.

Rose participa, nesta quarta-feira (29), da entrega da reforma e ampliação do Centro de Educação Infantil Zé Du, no Parque dos Poderes, na Capital, com o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB). 

Sobre a busca por aliança com o PSB, a conversa é mantida com a deputada federal Tereza Cristina, de acordo com a pré-candidata tucana. A parlamentar, por sua vez, aguarda definição da direção nacional do PSB. “O foco agora é a conversa com o PSB, mas esperamos a definição da Tereza, se ela será pré-candidata”.

Para Rose, o PSB possui “quadros fortes”, como o da própria Tereza, além de Ricardo Ayache e o vereador de Campo Grande, Carlos Augusto Borges, o Carlão. “Tem um time forte. Neste momento, o PR também está ajudando nesta articulação”, acrescentou.

Por enquanto, os tucanos contam com o apoio do PR, SD, PRB e PT do B. No caso do PR, a intenção, em um primeiro momento, era indicar o candidato a vice-prefeito, o ex-superintendente do Sebrae, Claudio Mendonça. A escolha dele não está descartada, mas, por enquanto, o PSDB espera fechar alianças com outros partidos. “Ele é um grande potencial para ser, mas se o PSB vir (apoiar o PSDB), os partidos terão de sentar para definir juntos”.

PSB e PMDB – O quadro político mudou desde as primeiras negociações entre partidos e, algumas delas aguardam definição das lideranças. É o caso do PMDB e PSB. Ambos haviam desenhado a formação de um grupo político, mas, na semana passada, a situação mudou um pouco. Os peemedebistas apostam que André Puccinelli aceite ser o candidato do partido. Ele, por sua vez, disse que decide até a quinta-feira (30).

Já o PSB pode embarcar com o PSDB, PMDB ou definir candidatura própria, com o nome de Tereza Cristina na Capital. A definição também depende da direção nacional do partido, que deve sair nos próximos dias.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions