A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

12/12/2013 13:35

Jamal assume indicação para IMPCG, mas nega integrar a base

Kleber Clajus
Republicano foi responsável por indicação de médica, mas ainda não pretende ir para a base (Foto: Marcos Ermínio)Republicano foi responsável por indicação de médica, mas ainda não pretende ir para a base (Foto: Marcos Ermínio)

O vereador Jamal Salem (PR) admitiu hoje que foi o responsável pela indicação da médica Lilliam Maria Maksoud Gonçalves para presidir o IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande), mas nega que isso possa levá-lo a reforçar a base do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). A medida também visa reduzir os problemas causados ao primo da indicada, Paulo Siufi (PMDB), que no mesmo dia teve cedidos seis servidores da Prefeitura de Campo Grande, três deles de forma irregular.

“Indiquei três nomes, entre eles o da Líria, na segunda-feira em uma conversa com o secretário de Governo, Pedro Chaves, mas isso está desvinculado de integrar a base. Fiz a minha parte e a pessoa escolhida é competente”, comenta Jamal.

O republicano disse que foi orientado no processo de negociação pelo deputado estadual Paulo Corrêa, que teria dito “não haver problema em conversar sobre o que é melhor para Campo Grande”.

Jamal também pontua que o PR “deixou que cada vereador tome sua posição, pois nunca anunciou que é oposição”.

A pré-condição para migrar definitivamente a base, de acordo com o vereador, não está vinculada a cargos, mas a uma “conversa com todos os vereadores, inclusive com presidente Mario Cesar (PMDB), em torno de aliança ou aumento da base”.

Questionado – Enquanto Jamal não assumiu a indicação, Paulo Siufi acabou levando o crédito da nomeação e usou a tribuna da Câmara Municipal hoje para explicar também sobre a cedência de seis servidores para seu gabinete.

“Não quero dúvidas quanto a minha postura. Não indiquei o nome para o IMPCG e a cedência foi solicitada em janeiro, como os demais vereadores, mas dos seis nomes três estão irregulares, porque um está aposentado e os outros dois com atestado médico”, disse Siufi que reitera ser oposição a Bernal.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions