A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019

27/03/2019 07:35

Com alvo em MS, Federal desmonta esquema de contrabando de cigarros

Cerca de 80 policiais federais cumprem 25 mandados, sendo oito de prisão preventiva e 17 de busca e Apreensão

Viviane Oliveira
Munição foi apreendida no Estado do Tocantins (Foto: divulgação/Polícia Federal) Munição foi apreendida no Estado do Tocantins (Foto: divulgação/Polícia Federal)

A Operação Contaminatus (contaminado em latim), realizada pela PF (Polícia Federal), para desmontar esquema de contrabando de cigarros e agrotóxicos, cumpre mandados de prisão nesta quarta-feira (27) em Mundo Novo, distante 476 quilômetros de Campo Grande, Guaíra (PR), Curitiba (PR), Terra Roxa (PR), Umuarama (PR), Sinop (MT), Novo Progresso (PA) e Paraíso do Tocantins (TO). 

Cerca de 80 policiais federais cumprem 25 mandados, sendo oito de prisão preventiva e 17 de busca e apreensão, além do sequestro e indisponibilidade de bens, propriedades e contas bancárias de diversos investigados.

Segundo a Polícia Federal, a operação foi desencadeada para desarticular organização criminosa especializada em contrabandear e distribuir cigarros e agrotóxicos de origem paraguaia em vários estados. Os principais líderes do grupo residem na região de Guaíra.

Durante a investigação, foi identificada a existência de empresas criadas especificamente com o objetivo de expedir notas fiscais, para dar ares de legalidade ao transporte dos produtos contrabandeados. O nome da operação - que significa contaminado em latim - faz referência ao uso de agrotóxicos proibidos em lavouras no Brasil e ao modo de operação do grupo criminoso. Os mandados judiciais foram expedidos pela 1ª Vara Federal de Guaíra.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions