A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018

02/05/2013 16:08

Maníaco da Cruz faz exames na Penitenciária de Segurança Máxima

Nadyenka Castro

Dionathan Celestrino, 21 anos, conhecido como Maníaco da Cruz, faz exames psiquiátricos no Estabelecimento Penal de Segurança Máxima de Campo Grande. Ele ficou ‘famoso’ em 2008, após matar três pessoas em Rio Brilhante e deixar os corpos em formato de cruz.

O rapaz foi apreendido aos 17 anos, devido aos homicídios. Ele foi para Unei (Unidade Educacional de Internação) de Ponta Porã e de lá deveria sair em 2011, quando completou três anos internado. E foi aí que o impasse começou.

Laudo médico aponta que ele tem problemas psiquiátricos. A Justiça determinou a internação dele em clínica especializada, mas, o Estado não consegue nenhum local que o aceite. Já foram feitas consultas em 23 locais.

Dionathan ficou na Unei até o início de março deste ano. Ele fugiu e foi encontrado nesta semana no Paraguai, onde trabalhava e estudava. Nessa quarta-feira ele foi transferido para Campo Grande para realização de exames.



Para voltar à sociedade é logico que tem que ser tratado, já que cumpriu as medidas socio educativas, um dia ele tera que ser libertado, portanto cabe ao governo trata lo aliás digase de passagem é obrigação do governo e direito dele , para que a sociedade não corra risco, sou leiga no assunto mas acho que a familia tambem teria que participar do processo no tratamento, já que ele irá precisar de tomar medicamentos por longo tempo, ou pelo resto da vida. Cade a mãe desse rapaz? Já que colocou no mudo, se tem problemas de saúde ela tambem é reponsavel , filho menor ou maior é FILHO e tem que ser AMADO principalmente se for doente.
 
helena da costa andrade em 02/05/2013 20:58:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions