A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

09/02/2011 10:08

Mesmo com autorização judicial, família de Neide Mota desiste de cremar restos mortais

Marta Ferreira
Neide Mota Machado morreu em novembro de 2009, após escândalo. (Foto: Arquivo)Neide Mota Machado morreu em novembro de 2009, após escândalo. (Foto: Arquivo)

Mesmo com a autorização da Justiça para que os restos mortais da ex-médica Neide Mota Machado, encontrada morta em novembro de 2009, fossem cremados, a família dela desistiu do procedimento.

A autorização para a cremação foi dada em agosto do ano passado pelo juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Aluízio Pereira dos Santos. Mas os restos mortais de Neide Mota continuam onde foram sepultados, no cemitério Memorial Park, no bairro Pioneiros.

Informações obtidas junto ao escritório de advocacia que fez o pedido revelaram que a família perdeu o interesse em fazer o procedimento de cremação.

O pedido havia sido rejeitado pelo Justiçainicialmente, por causa do andamento do processo que investigava a morte de Neide Mota. Como os restos mortais eram considerados prova, ele não autorizou a cremação. Após a Polícia Civil concluir que foi suicídio, o juiz concedeu a permissão.

De acordo com a decisão dada à época, a irmã de Neide, Glicemia Fonseca Mota, apresentou declaração registrada em cartório três dias antes da morte da ex-médica, em que a vontade de que "meus restos mortais sejam cremados e as cinzas resultantes sejam deixadas no crematório Vila Alpina, em São Paulo".

A ex-médica se matou, conforme concluiu a investigação policial, em meio a um processo que ganhou as manchetes nacionais, por prática de aborto. Ela foi dona, durante duas décadas, de uma clínica fechada em 2007, onde eram feitos abortos clandestinos.

Oito meses após morte, corpo de Neide Mota será cremado
A Justiça autorizou nesta terça-feira a cremação do corpo da médica Neide Mota Machado, proprietária da clínica de aborto fechada em 2007, que comete...
Inquérito é concluído e aponta suicídio de Neide Mota
Foi concluído hoje o inquérito sobre a morte da ex-médica dona de uma clínica de aborto na Capital, Neide Mota. A Polícia aponta suicídio como causa ...
Com laudo pronto, Polícia ouve parentes de Neide Mota
Laudos feitos pelo Instituto de Criminalística foram entregues à delegada Marli Kaiper Cruz, que investiga a morte da ex-médica Neide Motta, e reforç...
Laudos reforçam tese de suicídio da médica Neide Mota
Os primeiros laudos de exames periciais reforçam a tese de que a médica Neide Mota tenha cometido suicídio. Ela foi encontrada morta dentro de seu ca...


A última vontade dessa Senhora deveria ter sido respeitada na época do fato. Hipocritamente o seu direito foi negado. Os familiares estão com a razão.
 
Jôni Coutinho em 09/02/2011 11:07:29
Na minha opinião, essa médica foi injustiçada. Nunca se ouviu qualquer reclamação de erro médico, quanto ao exercício da profissão. As denúncias surgidas foram feitas por falsos moralistas ou fanáticos religiosos e, possíveis políticos interessados em se promover à custa da desgraça alheia, como sempre tem ocorrido na História da Humanidade!!
 
Jane Oliveira em 09/02/2011 05:44:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions