A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

13/08/2012 17:37

Detento da Máxima que havia trocado de lugar com o irmão é preso no TO

Nadyenka Castro

Em MS ele estava na cadeia por assalto a banco. Em Santa Fé do Araguaia participou de tentativa de roubo, também à agência bancária

Marco Antonio Cuenca, em fevereiro, logo após ter sido preso por assalto a banco em Ribas do Rio Pardo. (Foto: Paula Vitorino)Marco Antonio Cuenca, em fevereiro, logo após ter sido preso por assalto a banco em Ribas do Rio Pardo. (Foto: Paula Vitorino)

Ele trocou de lugar com o irmão e fugiu pela porta da frente do Estabelecimento Penal de Segurança Máxima de Campo Grande no dia 8 de julho. Na última sexta-feira (10), um mês depois, Marco Antonio Cuenca, 39 anos, voltou à cadeia, só que no Tocantis.

Marco Antonio, conhecido como Cuenca, foi preso em fevereiro deste ano na divisa de Mato Grosso do Sul com o Paraná, três dias depois de ter participado do assalto à agência do Banco do Brasil de Ribas do Rio Pardo. Na época ele estava foragido do regime semiaberto.

Após cinco meses na prisão só recebendo visita da esposa, Marco Antonio foi visitado pelo irmão, Werinton Velane Cuenca, 32 anos. O que parecia uma simples visita familiar era a parte prática do plano de fuga dele.

Werinton entrou na unidade penal exclusivamente para dar fuga ao irmão. Ele passou normalmente pelas revistas e lá ficou. Já o irmão, Marco Antonio, fez o caminho inverso: o de saída. Passou por vários portões, assinou como se fosse Werinton e saiu pela porta da frente do presídio.

Para sair da região do presídio, Marco Antonio teve ajuda de Reginaldo Acedo, 34 anos, que foi preso. Os dois não se conheciam e o contato foi feito com intermédio de outros detentos.

Desde então, o Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros) investigava o paradeiro do fugitivo. Durante os levantamentos, o Garras teve informações de que ele teria fugido para Santa Catarina e, depois, para o Tocantins.

Na tarde de sexta-feira (10), ele foi preso pela Polícia Civil em Santa Fé do Araguaia quando tentava assaltar uma agência bancária. Por ter sido preso ao tentar outro crime, ele não deve ser transferido para Mato Grosso do Sul, pelo menos por enquanto. Deverá responder no TO pela tentativa de roubo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions