A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 26 de Maio de 2017

13/11/2012 17:49

Detentos do Presídio Federal tinham plano para matar deputado do PR

Viviane Oliveira
Presídio Federal de Campo Grande. (Foto: Simão Nogueira)Presídio Federal de Campo Grande. (Foto: Simão Nogueira)

O setor de inteligência do Presídio Federal de Segurança Máxima em Campo Grande, por meio de escutas ambientais feitas no pátio de convivências, descobriu um plano de criminosos cariocas para matar o deputado federal Fernando Francischini, do PEN (Partido Ecológico NacionaL), do Paraná. Francischini é delegado da Polícia Federal.

Ele é o autor de um projeto de lei que aumenta o rigor para os presos ligados a facções criminosas. O plano de execução do parlamentar foi descoberto pela Polícia Federal, em julho deste ano.

Segundo as investigações, traficantes cariocas estavam por trás das ameaças, que preveem ainda uma onda de ataques no Rio de Janeiro.

Conforme o documento, o plano era discutido por 17 presos, entre eles Elias Pereira da Silva, conhecido por Elias maluco, condenado pelo assassinato do jornalista Tim Lopes, Marcelo Soares de Medeiros, conhecido por paraquedista do tráfico, e o ex-policial Alexandre de Jesus Carlos.

Depois de ter acesso a esse documento, o deputado pediu segurança ao Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo e retirou sua família do Paraná.

Em entrevista por telefone ao Campo Grande News, o deputado disse que o projeto visa acabar com algumas regalias que os presos de facções criminosas têm. “Meu projeto enlouqueceu os integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital)”, destaca.

Fernando Francischini apresentou o projeto que obriga participantes de organizações criminosas a cumprir pena em cela individual, sem visita íntima, sem privacidade em contatos com familiares, advogados e banho de sol isolado. “Eu tenho certeza que a sociedade aprova”, afirma.

O projeto, que altera a lei nº 7.210 (Lei de Execução Penal), de 11 de junho de 1984, seguirá para sanção da presidente Dilma Rousseff.

O diretor do Presídio de Segurança Máxima, Ricardo Marques Sarto e a assessoria de imprensa do Ministério da Justiça não quiseram comentar o caso.

Presídio está "à disposição" do RJ, diz Wilson Damásio
O diretor do Sistema Penitenciário Federal, Wilson Damásio, disse que o Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande está "à disposição" do governo d...
Traficantes transferidos do RJ desembarcam no aeroporto
Os 10 traficantes transferidos do Rio de Janeiro desembarcaram no Aeroporto Internacional de Campo Grande às 12 horas deste sábado.Eles chegaram em u...
Rio manda 10 chefes do tráfico a presídio da Capital
Dez dos mais perigosos traficantes presos no Rio de Janeiro serão mandados para o Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande. A transferência deles...



Até que um dia apareceu um que não tem medo de bandidos. Esses traficantes e usuários de drogas não tem o mínimo respeito com o ser humano. E o pior é que estão bem assessorados, na maioria das vezes com bons advogados, pagos com o dinheiro roubado de nós, trabalhadores. Em toda esquina tem um grupinho de elementos mal intencionados, em todo o Brasil. E a tática deles, na maioria das vezes, é oferecer denúncia caluniosa para não serem denunciados. Mas isso está acabando, e o feitiço pode virar contra o feiticeiro.
 
José Antonio Sassioto em 14/11/2012 12:06:07
E os digníssimos deputados vão esperar mais o que pra endurecer?
Não sugiro que esperem realmente que isso se torne realidade.
Pois a sociedade já está sofrendo e muito por contas das benesses de algumas leis.
E não se deixem amedrontar, já morreu juíza e nada de endurecer, será que tem que morrer quem mais além do sofrido povo que vem enfrentando dificuldade com a violência do dia a dia?
 
Adriano Magalhães em 14/11/2012 11:07:59
projeto maravilhoso! aqui fora a populaçao trabalhadora nao tem è inaceitavel
a minoria q e esses presos ter mas q pena q no Brasil tem os seus defensores q o direito humanos ´digo direito do bandido,
 
ronaldo alves alem em 14/11/2012 10:38:40
Como diz o Roberto Requião: (...) é pau e cacete; não tem conversa (...)
 
Paulo Cézar Troncoso em 14/11/2012 08:34:43
Até que enfim um homen de atitude, pode ter certeza Delegado Fernando, como cidadã brasileira o Sr tem meu apoio incondicional e com certeza de toda população brasielira, exceto dos " Direitos Humanos".
 
Livrada Larrea Medina em 14/11/2012 07:56:55
Essas medidas que preconizam esse projeto, deveriam ser extendidas a todos os presos que cometem crimes hediondos e assassinatos. Chega dessa falsa impressão de impunidade, isso só gera mais violência. Quem precisa de liberdade e tranquilidade é o trabalhador honesto que através do pagamento de impostos, impulsiona o nosso país rumo ao desenvolvimento.
 
Rubens souza de Deus em 14/11/2012 07:55:45
Espero que este projeto seja aprovado, só no Brasil que preso tem tanta regalia, com certeza quem sofre mais é a população, pois acaba sofrendo atentados encomendados pelos presos de dentro dos presídios. Parabéns ao Deputado e Delegado, e que ele não possa esmorecer.
 
Marcio Silva em 14/11/2012 07:20:18
Muito bem Sr. Deputado, o Sr. parece ser uma das raras exeções entre os que são encarregados de elaborar e aprovar boas leis que venham nortear o nosso país.
 
Darcy de Oliveira em 14/11/2012 03:01:12
Deus proteja esse delegado e a sua família. Cubra eles com Seu manto.
 
Fátima Santos em 13/11/2012 22:55:04
Que tal a pena de morte para esse bandidos, parabéns ao delegado, a sociedade aprova com louvor.
 
sidnei da fonseca veiga em 13/11/2012 21:41:11
Plenamente de acordo, e tenho certeza q a maioria da sociedade aprova o ´projeto.
Tem q acabar com a regalia de todos os presos.
Visita intima e um absurdo.
Familiares de presos tem e q ser visto por uma proteção de vidro.
Preso tem q trabalhar para sustentar a familia e nao a sociedade pagar ´para manutenção familiar
 
Marco Aurelio de Souza Perez em 13/11/2012 20:51:56
Também concordo que precisamos de pessoas assim, de pulso firme. Porém vejo que o Crime organizado já tomou conta, estão matando e quem deveria nos defender estão fazendo vistas grossas ou por medo ou por outro motivo desconhecido. Que fazer?estamos sem proteção e em quanto a coisa não chegar a barbárie nossos governantes não vão tomar um a titude drástica e séria.
 
Luana Silva em 13/11/2012 20:38:31
E ISSO POLICIA FEDERAL ARROCHA ESSES BANDIDOS; NAO DA MOLEZA NAO
 
GILBERTO FERREIRA DE LIMA em 13/11/2012 20:15:00
E tem por ai, uns defensores dos presos federais. Que acham que os mesmos tem que ter direito a privacidade. Cada umaaaaa!
 
Carlos André de Souza em 13/11/2012 19:46:39
Parabéns ao delegado! Precisamos de pessoas que tenham atitudes desse nível para compor nosso governo.
 
LUCAS ANDRADE em 13/11/2012 18:11:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions