A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2019

01/04/2017 15:16

Universitária que inventou estupro terá que pagar R$ 20 mil para ex

Aline dos Santos

Universitária que denunciou falso estupro foi condenada a pagar indenização de R$ 20 mil para o ex, acusado do crime em 2016. A decisão é da juíza Larissa Ditzel Cordeiro Amaral, da 2ª Vara Cível de Dourados. A ação foi movida pelo homem de 37 anos, preso em 4 de abril do ano passado e que ficou 37 dias atrás das grades.

Ele contou que cumpria pena no regime semiaberto e trabalhava na limpeza de ruas desde 2014. Após conhecer a jovem, então com 19 anos, telefonou três vezes para ela. Contudo, mesmo sem manter mais contato, acabou preso após a moça denunciar ter sido violentada por ele na“cidade universitária”, onde funciona os campus da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) e UEMS (Universidade Federal de Mato Groso do Sul).

Ainda segundo a ação, ele só não foi para o presídio, onde temia sofrer represália pela gravidade do crime, por intervenção da Defensoria Pública. Com a investigação policial, a jovem inocentou o ex e disse que inventou o estupro após relação sexual com um homem casado.

Como era virgem, a universitária apresentou sangramento e chegou em casa com as roupas sujas. O fato chamou a atenção da mãe, que cobrou explicações. Como não podia contar a verdade, criou a versão fantasiosa. O pedido de indenização era de R$ 100 mil.

Ele move ação no mesmo valor contra o governo do Estado, mas ainda não houve decisão no processo. Já a universitária foi denunciada em janeiro deste ano à Justiça por denúncia caluniosa. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions