04/04/2019 17:37

Bandidos sequestram dono de camionete, mas PM frustra assalto

Vítima foi abordada na região do Santa Fé e ação desmantelada em posto de combustíveis na saída para Sidrolândia

Liniker Ribeiro e Alana Portela
Trio preso ao lado de caminhonete usada por vítima durante tentativa de sequestro (Foto: Divulgação/PM)Trio preso ao lado de caminhonete usada por vítima durante tentativa de sequestro (Foto: Divulgação/PM)

Três pessoas foram presas durante uma tentativa de sequestro, no fim da manhã desta quinta-feira (4), em Campo Grande. O condutor de uma caminhonete Ford Ranger foi rendido pelo trio, por volta das 11h, na região do bairro Santa Fé, e os suspeitos abordados em um posto de gasolina na Avenida Gunter Huns, na saída para Sidrolândia.

A ação foi impedida por militares do 10º Companhia da Polícia Militar, que localizaram o veículo chegando ao estabelecimento. De acordo com o Capitão Francisco Rogeliano, a vítima estava sendo ameaçada a todo o momento pelos suspeitos. “Eu estava indo almoçar quando recebi a informação de que um homem havia sido sequestrado. Nas imediações do posto nós visualizamos a caminhonete e de imediato fizemos a abordagem”, revelou.

A princípio, os integrantes afirmaram que não estavam armados, mas em vistoria pelo veículo, um revólver foi encontrado embaixo de um dos bancos, já engatilhado. De acordo com o policial, era com a arma que a vítima, um homem de 50 anos, estava sendo ameaçada. Os bandidos já haviam roubado cerca de R$ 250, mas ainda tinham planos de passar em um banco para sacar todo o dinheiro do motorista.

Ainda conforme informações policiais, todo o plano teria sido arquitetado por um acadêmico de direito, identificado apenas como Wellington. Ele conduzia um veículo Siena usado para levar os outros dois assaltantes até o estabelecimento comercial onde a vítima foi abordada. Em seguida, o rapaz afirmou ter deixado o carro em sua casa e seguido junto com os comparsas na caminhonete.

A intenção do trio era levar o veículo até o Paraguai, mas uma quarta pessoa, ainda não identificada, assumiria a direção da caminhonete no município de Sidrolândia – a 71 quilômetros da Capital.

Os outros dois integrantes foram identificados como Jonathan, pessoa que estaria com a arma, e Lucas, quem estaria dirigindo a Ranger. A suspeita é de que o roubo tenha sido encomendado por integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital), presos no Presídio de Segurança Máxima da Capital.

imagem transparente