08/11/2019 06:00

Ninguém supera faro campo-grandense para promoção

Ângela Kempfer
Impressões em sulfite nem chegaram a ser pregadas nas gôndolas do Wlamart, porque produtos acabaram rapidinho. (Foto: Marcos Maluf)Impressões em sulfite nem chegaram a ser pregadas nas gôndolas do Wlamart, porque produtos acabaram rapidinho. (Foto: Marcos Maluf)

Loucos por descontos - Campo-grandense não pode suspeitar de liquidação, que lota qualquer estabelecimento na cidade. Ontem (7), após o Campo Grande News noticiar que o Walmart fecha no domingo, centenas de consumidores amanheceram no supermercado da Avenida Mato Grosso.

Treta e pechincha - Com saquinho de camarão a R$ 10,00, teve até briga no setor de frios. O tumulto rendeu, inclusive, bate-boca no estacionamento, diante da concorrência por vagas. Nas redes sociais, a piada era de que “finalmente o supermercado lotou”.

Clube - Quando estava em pleno funcionamento, a grande reclamação era sobre poucos caixas em funcionamento. Mas segundo o Grupo BIG, responsável pelo Walmart Campo Grande, depois de breve reforma, a loja reabrirá em um novo formato, “pronta para superar as expectativas dos clientes”, agora como “Sam’s Club”.

Batizado - O legado na 71° Reunião Anual da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência), realizada no mês de julho, em Campo Grande, não será apenas de conhecimento. A feira rebatizou a rua que corta de UFMS, que sediou o evento.

Mais original - Sem muita criatividade, o nome original é Rua UFMS, mas a via agora será chamada de Rua da Ciência UFMS. A proposta foi aprovada pelo Conselho Universitário, em reunião realizada nesta quarta-feira

Rapidinho - Projeto de modernização da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios, a Redesim, pretende desburocratizar a abertura de filiais de empresas em estados fora da sede. O lançamento ocorreu ontem em Brasília e que demorava semana, passa a ser instantâneo, graças a integração digital das juntas comerciais.

Leve melhora - Pesquisa da Secretaria Nacional de Aviação Civil identificou melhora na avaliação dos passageiros em relação aos aeroportos do País. Levantamento do órgão ligado ao Ministério da Infraestrutura, indica que a nota média para os 20 maiores aeroportos subiu de 4,36 para 4,42. O máximo é 5.

Oportunidade - Tradicional no fim de ano há 14 edições, a campanha "Nome Limpo", de renegociação de dívidas com o comércio de Campo Grande, começa domingo (9), mas ainda não divulgou as empresas participantes. A reportagem apurou que vão ser pelo menos 9, uma delas com clientela gigante por ser serviço essencial.

Caminhos - Os inadimplentes serão chamados para se regularizar via e-mail, telefone, SMS e também cartas em enviadas via Correios. As empresas contarão com o apoio de um conciliador capacitado pelo TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) para realização das negociações.

Sem meta - Responsável pela iniciativa, a ACIC (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande) não indicou meta de valores a negociar em 2019. No ano passado, durante a campanha, foram mais de R$ 3 milhões, com exclusão de quase 4 mil títulos do banco de dados do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito).

 

imagem transparente