25/11/2018 08:51

Desejos simples de fim de ano no asilo são escritos em listinha para Papai Noel

Lápis-de-cor, chinelos e até xuxinha de cabelo estão na lista feita pelos idosos acolhidos pelo Sirpha, é possível adotar um pedido até o dia 10 de dezembro.

Kimberly Teodoro
Simplicidade dos pedidos na lista resgata o espírito de natal, mostrando que o valor dos presentes é o que menos importa (Foto: Kimberly Teodoro)Simplicidade dos pedidos na lista resgata o espírito de natal, mostrando que o valor dos presentes é o que menos importa (Foto: Kimberly Teodoro)

Marcas deixadas pelo tempo são visíveis no rosto e nas expressões de quem tem muita história para contar, mesmo quando não há mais ninguém para ouvir. Na Sirpha Lar de Idosos, a maioria ainda se lembra do passado, das aventuras, dos amores, dos risos e das tragédias colecionadas ao longo dos anos. Esquecidos pelas famílias, depois de ver e viver tanta coisa, eles surpreendem com pedidos simples para o Natal.

No lar, os idosos são assistidos por uma equipe de profissionais que, além de atender as necessidades básicas de cada um, também dedicam tempo para tornar melhor os últimos anos de quem já passou por muito perrengue durante a vida. Por isso, todo fim de ano, além da confraternização, os idosos fazem uma lista para o Papai Noel, em que mais que presentes, os internos recebem a certeza de que ainda são importantes para alguém.

Sala de convivência onde os idosos passam o tempo livre entre as atividades do dia (Foto: Kimberly Teodoro)Sala de convivência onde os idosos passam o tempo livre entre as atividades do dia (Foto: Kimberly Teodoro)

É a simplicidade o que mais chama a atenção nos pedidos. A lista é feita no computador, já que nem todos conseguem escrever, seja pela falta de estudos ou pelo corpo que já não acompanha a mente. Entre os itens, é possível encontrar desde bermudas, camisolas, perfumes, chinelos, até livros, bolas de futebol e lápis de cor.

Elias, de 79 anos, passa parte da tarde colorindo desenhos que foram impressos da internet, já que o livro de colorir que ele ganhou acabou faz algum tempo. Pacientemente, ele molha o lápis de cor em um copo d’água e com cuidado para não rasgar a folha, pinta dentro das linhas da árvore de Natal. A água serve para deixar a cor mais intensa, ele explica que a qualidade dos lápis não é muito boa e, como gosta de cores vivas, o jeito é usar a criatividade.

A qualidade dos lápis de cor deixa a desejar, mas não desanima Elias que dá um jeito de intensificar a cor usando um copo d'água (Foto: Kimberly Teodoro(A qualidade dos lápis de cor deixa a desejar, mas não desanima Elias que dá um jeito de intensificar a cor usando um copo d'água (Foto: Kimberly Teodoro(
Elias já terminou o livro de colorir e agora se dedica aos desenhos impressos da internet pelos funcionários (Foto: Kimberly Teodoro)Elias já terminou o livro de colorir e agora se dedica aos desenhos impressos da internet pelos funcionários (Foto: Kimberly Teodoro)

Na lista, o nome de Elias mostra opções: pode ser uma camisa tamanho G, um sapa-tênis número 43, meias ou um novo livro de colorir. Mas desde que o pedido foi feito, ele já mudou de ideia e hoje pede um óculos de grau, para facilitar a leitura das “letras de imprensa”, que são as que ele entende melhor.

Com pouco estudo,  o senhor conta que aprendeu a ler com as placas de rua quando morou em São Paulo, ainda mais novo, sem conhecidos por lá, o jeito era conseguir se localizar pela cidade sem ajuda,. Diferente daquela época, hoje ele não precisa mais correr e conta com os funcionários do lar para todas as necessidades.

Nathália Grabowski, assistente social do Sirpha, conta que ele não é o único a mudar de ideia, e que um dos casos mais engraçados foi ano passado, quando um dos moradores “cismou” que precisava de um violão e passou dias falando do instrumento que foi para a lista.

No dia da entrega, a pessoa que fez a doação foi pessoalmente, ela lembra da dificuldade em encontrar o instrumento durante a correria de fim de ano em que as lojas ficam mais disputadas, mas estava feliz em ter conseguido. Ansiosa pela reação do idoso, a decepção veio quando ele recebeu o presente e passou a jurar que o pedido havia sido por um bode.

Corintiano fanático, o tanto o quarto quando as roupas de Aniceto estão repletas com o simbolo do time (Foto: Kimberly Teodoro) Corintiano fanático, o tanto o quarto quando as roupas de Aniceto estão repletas com o simbolo do time (Foto: Kimberly Teodoro)

Além dos que mudam de ideia, também há quem nunca peça nada, como Aniceto, morador mais antigo da casa com 106 anos. Ele passa o dia acompanhado de Maia, a cadelinha que foi adotada pela instituição ainda filhote e escolheu como dono o corintiano fanático, que está sempre vestindo alguma coisa do time do coração.

“Como ele não gosta de incomodar, ele nunca pede nada, mas adora ganhar presentes. Então colocamos ‘qualquer coisa do Corinthians’ na lista dele, para que ninguém fique de fora da confraternização”, conta Nathália.

No quarto de Aniceto, sempre há algum tipo de doces, comprado com o dinheiro da aposentadoria. Ele pede aos funcionários que tragam balas, bolachas e rapadura, que ele divide com Maia que dorme embaixo da cama e segue o dono por todos os cantos, desde a fisioterapia até os dias ruins em que ele precisa passar pela enfermaria do lar.

Na saúde ou na doença, Maia acompanha o dono que escolheu há 8 anos (Foto: Arquivo pessoal)Na saúde ou na doença, Maia acompanha o dono que escolheu há 8 anos (Foto: Arquivo pessoal)

Muito elegante com o suéter de tricô combinando com o colar de pérolas e as unhas feitas, Rafaela aos 85 anos está entre os moradores mais bem humorados da casa, cumprimentando quem passa por ela com um sorriso no rosto que melhora o dia de qualquer um.

Tanto o cumprimento quanto a despedida, são acompanhados de elogios, como "linda" e se você perguntar quem é a linda, a resposta vem fácil: "Você é linda, ela é linda", diz apontando as enfermeiras e finaliza com o óbvio, "E eu também". Com a auto-estima lá em cima, o pedido de natal dela é um perfume e uma xuxinha de cabelo, para ficar mais fácil manter o estilo.

Devota de São Benedito, ela está sempre com o terço de pedras ônix e uma oração que repete em voz alta para quem quiser ouvir. Saudade mesmo ela sente do cachorrinho, chamado Pingo e que está com a família dela, mas o pinscher não é "um Pingo qualquer, é Pingo Coutinho, como eu", conta ela. 

Sempre elegante, Rafaela exibe capricho na combinação das roupas (Foto: Kimberly Teodoro)Sempre elegante, Rafaela exibe capricho na combinação das roupas (Foto: Kimberly Teodoro)
Devota de São Benedito, Rafaela não deixa o terço de lado nem na hora de pintar o cartão de natal (Foto: Kimberly Teodoro)Devota de São Benedito, Rafaela não deixa o terço de lado nem na hora de pintar o cartão de natal (Foto: Kimberly Teodoro)

A Sirpha é uma instituição de longa permanência para idosos (ILPI), que recebe pessoas com mais de 60 anos, a maioria já não têm vínculo com a família e que pelo peso da idade necessitam de cuidados.

Além da estrutura que conta com os alojamentos, academia adaptada, sala de convivência, um jardim com direito a passarinhos e um flamboiant cheio de flores, os moradores também contam com fisioterapia, atendimento psicológico, sala de beleza, aulas de música e atividades ocupacionais.

Sem fins lucrativos, a entidade não governamental sobrevive com o apoio de doações de colaboradores e do convênio com a prefeitura. Atualmente são 78 acolhidos, com mais 2 idosos que chegarão em breve completando a capacidade máxima de residentes, que é de 80 pessoas.

Com recursos limitados, todas as doações são importantes, principalmente de fralda geriátrica tamanho G e produtos de higiene pessoal. Contribuições também podem ser feitas em dinheiro ou por depósito na conta: Banco do Brasil, Agência: 4211-0, Conta: 90613-1.

Para adotar um desejo da lista de natal, basta entrar em contato pelo instagram @sirphacg ou pelo número de whatsapp: 67 9234-3388. Os presentes serão recolhidos até o dia 10 de dezembro, para que os funcionários tenham tempo de embalar de organizar tudo até a confraternização, prevista para o dia 15 do próximo mês.

Curta o Lado B no facebook e no instagram.

 

imagem transparente