A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 24 de Março de 2017

07/10/2013 17:57

Quebra-molas que já causou até mortes é invisível no asfalto

Zana Zaidan
Placa que indica a lombada também fica escondida em meio as árvores (Foto: Marcos Ermínio)Placa que indica a lombada também fica "escondida" em meio as árvores (Foto: Marcos Ermínio)

Um quebra-molas na rua Luiz Dódero, esquina com a rua Julio Dantas, no bairro São Bento, em Campo Grande, é motivo de preocupação para moradores e comerciantes da região. Além de já ter causado diversos acidentes, está instalado em frente a uma escola particular, onde a passagem de crianças é frequente.

A pintura em amarelo, que sinaliza a existência da lombada, está desgastada, o que impede a visibilidade do obstáculo para os motoristas. Já a sinalização vertical, com placas que indicam o quebra-molas, está encoberta por árvores.

O acidente mais recente no local aconteceu no final do mês passado, por volta das 22 horas, quando Dalton Derzi, 36 anos, morreu depois de perder o equilíbrio da moto Harley Davidson e bater em um veículo Ágile. A suspeita é de que o piloto tenha perdido o controle da moto por não ter diminuído a velocidade na lombada, com a visão ainda mais prejudicada pelo fato de estar a noite.

Ângela Feltin, 29 anos, que trabalha em uma loja de móveis em frente ao quebra-molas afirma que os acidentes são frequentes e, por isso, já protocolou pedido de melhorias na sinalização junto a Agetran (Agência Municipal de Trânsito), mas, até agora não foi atendida. “O tempo todo ouço os carros ‘rampando’ ao passar no quebra-molas. O barulho assusta e eu penso ‘bateu!”. É uma coisa urgente porque, se já tivessem arrumado, poderia ter evitado a morte do rapaz”, acredita a comerciante, referindo-se à morte de Derzi. Ângela conta, ainda, que já tirou fotos e enviou por e-mail ao órgão fiscalizador do trânsito.

A professora Simone Lunardi, que há 12 anos dá aulas na escola Harmonia, que fica em frente ao quebra-molas, reforça a urgência em melhorar a sinalização. “Esse ano já capotou carro, já teve batidas. Os motoristas freiam em cima, não conseguem enxergar. Só quem passa aqui todos os dias e conhece bem passa devagar”, conta.

Para Sônia Maria de Lima, 62 anos, que busca diariamente os netos na escola, o local está esquecido pela Prefeitura, e precisa de uma “reforma urgente no trânsito”. “Aqui é um lugar de passagem de crianças, não dá para aceitar tamanho descaso. A lombada está totalmente apagada e mal dá para ver as placas. O ideal seria colocar uma lombada eletrônica e pintar uma faixa de pedestres, porque é impossível atravessar a rua aqui”, sugere.

Sobre a sinalização do local, a prefeitura informou que a pintura do quebra-molas está na programação de serviços da Agetran, mas não especificou a data do trabalho. 

Sem pintura, quebra-molas fica invisível para condutores (Foto: Marcos Ermínio)Sem pintura, quebra-molas fica "invisível" para condutores (Foto: Marcos Ermínio)



isso não é caso isolado na cidade inteira os quebra-molas estão todos sem pintura e sem placa e em alguns casos são muito mal feitos mesmo passando devagar com carro popular original o mesmo chega a encostar no assoalho.
 
Jhony Felipe em 08/10/2013 16:42:04
No serradinho tem um que não tá pintado e nem tem placa...
 
Kleber Britto em 08/10/2013 10:32:06
Tem mtos lugares assim msm, a rua yokoama perto da julio de castilho tb não tem uma pintura no quebra mola, quando vê leva um susto.
 
Ariane Ravazi em 08/10/2013 08:50:23
Passei por lá ontem e não vi o dito cujo,foi um susto.
 
Darcy Maria Lima em 08/10/2013 07:23:06
É fato que a sinalização precisa de melhorias mas é FATO TAMBÉM que os sinistros
ocorridos pontualmente neste local só acontecem por imprudência na velocidade que em
ruas de bairro, segundo o CTB é de 30 km/h, ou seja, mesmo que o motorista não
visualizasse o obstáculo MAS transitasse na velocidade permitida nada ocorreria.
 
Marcelo Mendes em 08/10/2013 07:08:02
Grande novidade, a maior parte dos quebra-molas estão mal sinalizados, eu vivo atropelando eles. É uma vergonha!
 
clayton Souza em 07/10/2013 20:56:51
Os pais que levam os filhos na escola deveriam dar o exemplo, aquilo ali é um local sem lei, cada um faz o que quer, para onde bem entende e os filhos crescerão com esse mau exemplo.
 
sergio oliveira santos em 07/10/2013 20:43:29
Em respeito as condições de sinalização dos quebra-molas da cidade de Campo Grande, este no bairro São Bento Não é um caso isolado. Fico preocupada quando transito pela cidade, pois eles estão em todo lugar, e o PIOR sem manutenção nenhuma, ou seja, sem sinalização. Eu mesma ja fui vitima de um deles em uma rua atras do posto de saúde 24 horas da Vila Almeida. A minha sorte foi que eu estava em pouca velocidade, mas mesmo assim bateu meu carro em baixo,eu procurava o nome de uma rua, esse quebra mola ta no puro asfalto. MANUTENÇÃO JÁ PARA OS QUEBRA-MOLAS!!
 
Rozemery M.P. Pereira em 07/10/2013 20:25:09
Parece que sinalização vertical para a atual prefeitura é acessório, tendo em vista que a mesma encontra-se praticamente abandonada em nossa cidade, tanto nas vias antigas qto nas novas serão ou já foram inauguradas.
 
Luciano Yamauchi em 07/10/2013 19:12:46
Isso já nao é culpa só do Bernal, a prefeitura parou de pintar os quebra molas já faz muito tempo, e isso é crime, se todos os acidentados em quebra molas sem pintura processassem a prefeitura, eles gastariam uma latinha de tinta para repintar, mas o mais engraçado é que ninguem faz nada, a populacao fica burra diante da prefeitura, entendam que a prefeitura nada mais é do que uma empresa grande, acionem judicialmente.
 
maxuimiliano nahas em 07/10/2013 18:43:56
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions