ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 26º

Interior

Imagens mostram ação de bandidos em cativeiro após sequestro em escola

Último envolvido, "mentor" de sequestro foi preso em Campo Grande

Por Dayene Paz | 02/02/2022 07:02
Bandidos retirando vítimas de carro. (Foto: Reprodução)
Bandidos retirando vítimas de carro. (Foto: Reprodução)

Imagens de câmera de segurança mostram o momento em que os bandidos chegam no cativeiro com a diretora da Escola Municipal José de Souza Damy, Roseli Nery de Andrade Bento, de 57 anos, e o secretário, Renyer da Silva Ovando, 33. O crime ocorreu no dia 5 de janeiro e o último envolvido, "mentor" do sequestro em Corumbá, foi preso em Campo Grande, na última segunda-feira (31).

Quatro homens foram presos por envolvimento no sequestro, planejado para roubar o carro da diretora. O veículo foi recuperado, já com a placa adulterada, na cidade fronteiriça de Puerto Suárez (Bolívia).

As imagens mostram a chegada dos ladrões com o veículo no cativeiro, um espaço com piscina pertencente a Marcell Júnior Marques. Lá, as vítimas são retiradas do carro da vítima - Renyer estava no porta-malas e Roseli no banco de trás - e são levadas com a cabeça encoberta até o banheiro, do lado de fora.

A todo momento, um dos suspeitos aparece próximo ao portão que dá acesso a entrada do imóvel, sinalizando com as mãos, enquanto os outros três desembarcam com as vítimas. Em seguida, outro suspeito assume a direção do carro e sai.

Conforme o Diário Corumbaense, nas imagens, ainda é possível ver um dos bandidos, de camiseta vermelha, segurando o que parece ser uma arma de fogo.

O crime - No dia 5 de janeiro, os assaltantes entraram armados na Escola Municipal José de Souza Damy e renderam os dois servidores, roubando a bolsa e o carro da professora, um Chevrolet Tracker. As vítimas foram levadas para uma casa grande, com piscina. No local, diretora e secretário foram trancados em um banheiro por três horas.

As vítimas ainda ouviram os assaltantes negociando o veículo com um boliviano. Depois que o carro foi vendido, o trio colocou as vítimas em outro veículo e andaram por cerca de 20 minutos, abandonando os dois em uma ribanceira, às margens de uma estrada.

Desnorteadas, as vítimas subiram a ribanceira e começaram a gritar pedindo ajuda aos carros que passavam. Ao ouvir os gritos, um motorista de aplicativo parou, socorreu e levou os dois para a 1ª Delegacia de Polícia Civil de Corumbá.

Poucos dias após o crime, foram presos os assaltantes Marcell Júnior Marques, de 30 anos, Rodrigo Matheus Senna da Silva, de 20, e Claudeir Soares dos Santos, 22 anos. Todos foram encaminhados para o Estabelecimento Penal Masculino de Corumbá.

Já o carro Chevrolet Tracker foi encontrado em um campo de futebol abandonado, no Conavi, bairro afastado da cidade fronteiriça de Puerto Suárez (Bolívia). Ele já estava com placa boliviana.

Na última segunda-feira, investigadores da 5ª Delegacia de Polícia de Campo Grande, prenderam o último envolvido no crime, Claudemir Benitez Ribeiro, 32 anos, na região do Bairro Mário Covas. Depois do sequestro, ele fugiu para a Capital, onde estava fazendo "bicos" como motorista de aplicativo. Ele é quem teria arquitetado a invasão ao colégio.

Nos siga no Google Notícias