A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

25/03/2015 23:17

Endividamento das famílias sobe levemente em janeiro, revela Banco Central

Wellton Máximo, da Agência Brasil
Indicador passou de 21,97% em dezembro para 22,09% em janeiro. (Foto: Divulgação)Indicador passou de 21,97% em dezembro para 22,09% em janeiro. (Foto: Divulgação)

Depois de três meses seguidos em queda, o endividamento das famílias subiu em janeiro, revelou hoje (25) o Banco Central (BC). Em janeiro, as famílias comprometeram 46,35% da renda acumulada em 12 meses com dívidas, contra 46,21% registrados em dezembro.

O serviço da dívida, a parcela do salário que as famílias destinam ao pagamento de juros e de amortizações, também subiu. O indicador passou de 21,97% em dezembro para 22,09% em janeiro.

Tradicionalmente, o endividamento e o serviço da dívida sobem em janeiro por causa do aumento dos compromissos financeiros no primeiro mês do ano, marcado por despesas com tributos, material escolar e gastos de Natal.

Os dois componentes do serviço da dívida subiram em janeiro. O pagamento de juros passou de 9,3% para 9,4% do salário, refletindo a alta das taxas das linhas de crédito. A despesa com amortizações ficou praticamente estável, mas também aumentou, de 12,67% para 12,69%.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions