A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/06/2013 14:07

Para delegado, “Fora Bernal” no Facebook “a princípio” não é crime

Zemil Rocha
No primeiro protesto, grito coletivo inaugural foi xingamento contra Bernal (Foto: Arquivo)No primeiro protesto, grito coletivo inaugural foi xingamento contra Bernal (Foto: Arquivo)

O delegado Miguel Said, da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande, ainda não analisou o pedido do prefeito Alcides Bernal para investigar postagens contra ele nas redes sociais. Bernal quer punição criminal para a mobilização do “Fora Bernal”, que tem convocações via Facebook para protestos de rua na Capital.

Miguel Said já admite, porém, que há um evidente cunho político nas manifestações contra o prefeito Alcides Bernal. “A princípio é isso, parecem ser de cunho político”, afirmou o delegado, observando, contudo, que o pedido de investigação chegou ontem e ainda precisa ser analisado. “Não consegui nem ler ainda”, revelou a autoridade policial.

Indagado se tinha visto algum pedido de investigação semelhante em sua carreira como delegado, Said respondeu: “Só vi em tempo de eleição, com candidato reclamando um do outro; fora disso, não”.

Já no começo das manifestações de rua em Campo Grande, que nasceram de convocações pelas redes sociais, Bernal foi a primeira vítima do grito coletivo. O primeiro grito geral dos participantes do protesto por melhorias públicas, na Praça do Rádio, em Campo Grande, em 20 de junho, dia do primeiro protesto na Capital, foi um xingamento contra o prefeito: “Oh Bernal, vai tomar no c...”.

Nesse mesmo dia e nos que se seguiram de protestos de rua, os manifestantes elegeram o Paço Municipal, sede da prefeitura, onde fica Bernal, como um dos pontos de parada obrigatória para bradarem palavras de ordem contra os rumos da atual administrando e para cobrar melhorias nos serviços públicos.

A princípio, Bernal restringiu-se a manifestar apoio aos protestos, embora criticando os grupos exaltados que estavam se embriagando, se drogando e causando danos ao patrimônio público e particular. Agora, o prefeito resolveu bater de frente contra os movimentos que o criticam e chegam a pedir sua cassação nas ruas, alegando tratarem-se as incitações e postagens nas redes sociais de “apologia ao crime”.

Só na segunda-feira o delegado Miguel Said vai verificar “se existe crime” nas declarações via Facebook ou há apenas uma bravata do prefeito Alcides Bernal, desconte com as manifestações oposicionistas. Se não existir crime nem haverá necessidade de abertura de inquérito policial.

 



este bernal e bom radialista como prefeito,tem memos que sai,,,,,,,,,,,,,
 
marcos antonio fernandes em 28/06/2013 16:22:56
Na minha opinião, nosso prefeito deveria parar de se importar com coisas pequenas e fazer o trabalho que nossa cidade merece: alimentação às unidades escolares, medicação e material necessário ao atendimento nas unidades de ensino, valorização dos servidores como um todo, descentralização dos trabalhos concedendo maior liberdade aos secretários que atualmente não podem dar um passo sem o aval do prefeito. Enfim, se ele começar a trabalhar realmente, com certeza ganhará o respeito e a aprovação da população... Bate boca e picuínhas só o levarão para o buraco...
 
CRISTINA ASSIS em 28/06/2013 15:34:30
demoro campo grande, vamos as ruas tirar esse inutil da prefeitura, cadê a merenda dos ceinfs, cadê a entrega dos materias ás escolas municipais.ele ainda quer emprestimo de 420 milhões? pra que ? vai mudar de apê? vai fazer remanejamentos ilegais? ou vai ficar guardando dinheiro no colchão.campo grande, vamos dar um basta na incompetencia. fora bernal. fora bernal
 
patryck andrade em 28/06/2013 14:41:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions