20/12/2017 08:25

Proprietário constrói rancho na margem de rio e acaba multado

Obra irregular era realizada às margens do Rio São Bento, nas proximidades do Rio Ivinhema; homem responderá por crime ambiental

Liniker Ribeiro

Policiais militares ambientais autuaram em flagrante um idoso de 64 anos, suspeito de degradar matas ciliares às margens do Rio São Bento, próximo do ponto onde desaguá no rio Ivinhema, em Batayporã, a 311 km da Capital. A ação resultou em multa de R$ 10 mil.

Segundo a assessoria de comunicação da PMA, o homem era responsável por uma obra ilegal de ampliação de um rancho pesqueiro, localizado em uma área de preservação permanente. No local, o imóvel que era de madeira, estava sendo reconstruído e ampliado em alvenaria.

A obra, que fica a aproximadamente 11 metros do rio, desrespeitava a exigência de haver 50 metros de preservação permanente de matas ciliares, no local. As atividades foram interrompidas pelos policiais e, ao proprietário, exigido a remoção da obra e recuperação da área.

Além das atividades impostas, e da multa, o idoso foi autuado administrativamente e responderá por crime ambiental. Caso seja condenado, poderá cumprir pena de um a três anos de prisão.

imagem transparente