15/05/2013 09:25

Quadrilha fazia tráfico de pessoas de Bangladesh, entrando por Corumbá

Francisco Júnior

A Polícia Federal deflagrou hoje (15) a Operação Liberdade, com objetivo de desarticular uma quadrilha que agia no Distrito Federal, voltada ao tráfico de imigrantes para trabalho escravo no Brasil. Um dos locais de atuação da organização criminosa é cidade de Corumbá.

A quadrilha era composta por estrangeiros de Bangladesh, que aliciavam seus conterrâneos com falsas promessas de salário de US$ 1.000 a US$ 1.500, e cobravam até US$ 10.000 pela imigração ilegal.

Eles entraram ilegalmente no Brasil via Guiana Inglesa (Boa Vista/RR), Peru/Bolívia (Assis Brasil/AC), a mesma dos haitianos, e via Bolívia (Corumbá/MS)

Os imigrantes entravam no Brasil pela fronteira da Guiana Inglesa com Rondônia (Boa Vista), Peru/Bolívia com o Acre (Assis) e Bolívia com Mato Grosso do Sul (Corumbá), com a utilização imprópria do pedido de refúgio para regularizar a situação migratória.

A Polícia Federal está realizando buscas nas residências dos investigados, e nos alojamentos onde estão os estrangeiros. Participam da operação 60 policiais federais para o cumprimento de 14 mandados judiciais expedidos pela Justiça Federal de Brasília.

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente