16/10/2019 12:47

Grupo russo e estatal boliviana assinam contrato para compra de gás natural

Além da compra de 2,2 milhões de metros cúbicos diários de gás natural, o contrato prevê a criação de uma empresa de marketing

Maressa Mendonça
Participaram da reunião: Óscar Barriga Arteaga, Luis Alberto Sánchez, Evo Morales, Vladimir Kantor (Foto: YPFB)Participaram da reunião: Óscar Barriga Arteaga, Luis Alberto Sánchez, Evo Morales, Vladimir Kantor (Foto: YPFB)

Os russos da Acron Group, empresa que vai assumir a fábrica de fertilizantes UFN3 em Três Lagoas, e representantes da YPFB (estatal boliviana de combustíveis) firmaram, nesta quarta-feira (16), um contrato de venda de gás e criação de empresa de marketing de ureia no Brasil.

O contrato assinado hoje prevê a compra de 2,2 milhões de metros cúbicos diários de gás natural no prazo de 20 anos, a partir de 2021 – a empresa do país vizinho também teria 12% da fábrica três-lagoense.

Ele prevê também a criação de uma empresa conjunta de marketing de ureia entre a YPFB e Acron no mercado brasileiro.

Conforme informações divulgadas pela imprensa local, a assinatura do acordo teve a participação do presidente, Evo Morales, do ministro de Hidrocarbonetos da Bolívia, Luis Alberto Sánchez, do diretor presidente da YPFB, Óscar Barriga Arteaga e do vice-presidente da Acron, Vladimir Kantor.

 

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente