05/09/2019 14:42

Funcionários do judiciário protestam por aumento salarial maior

Ação durou 15 minutos, cobrando ao TJMS reajuste total de 5,5%; segundos o sindicato, aumento foi de apenas 2,1%

Liniker Ribeiro e Maressa Mendonça
Grupo com faixas e camisetas com dizeres chamando atenção do TJMS (Foto: Divulgação)Grupo com faixas e camisetas com dizeres chamando atenção do TJMS (Foto: Divulgação)

Grupo de aproximadamente 200 servidores manifestou, no início da tarde desta quinta-feira (5), em frente ao prédio do Fórum da Capital, contra o percentual de reajuste salarial oferecido pelo Tribunal de Justiça, em 2019. Segundo os servidores, o acumulado do ano passado previsto para data base seria referente a 5.5%, porém o aumento foi de apenas 2,1%.

Com camisetas e faixas, o grupo esteve em frente a entrada da Rua da Paz do Fórum Heitor Medeiros, comarca de Campo Grande, e por 15minutos exibiu mensagens como forma de protesto.

O presidente do SindiJus, Leonardo Lacerda, afirmou que os servidores deveriam ter recebido o acumulado no mês de março, mas o reajuste foi3,4% menor. Ele destaca ainda, que os juízes de Mato Grosso do Sul possuem um dos maiores salários e, ainda assim, recebem premiações.

“Para gente crise. Para eles regalias?”, cobra o presidente do sindicato. A ação de hoje à tarde foi um primeiro ato dos servidores, que prometem paralisar os serviços caso não haja negociação.

A reportagem entrou em contato com o TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) para saber se existem possíveis negociações ou previsão para reajuste total cobrado pelos servidores, mas não obteve resposta até a publicação da matéria.

imagem transparente